Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformações com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações relacionadas com o seu bem-estar. Encontre o equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia para favorecer seu crescimento psicológico.

Consultório de Psicologia

Espaço de transformações com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações relacionadas com o seu bem-estar. Encontre o equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia para favorecer seu crescimento psicológico.

Relacionamento extra conjugal

 

 

Sou casada há 6 anos e tenho um filho, mas a minha situação profissional obriga-me estar longe de casa, só vejo o meu marido e o meu filho de 15 em 15 dias.

 

E conheci um colega de trabalho e fiquei encantada por ele, como homem que é.

E não sei como, mas quando me apercebi já estava a ter um relacionamento com ele. Eu tenho um marido maravilhoso e amo-o, e o meu colega de trabalho também é casado e tem um filho.

Eu sempre condenei este tipo de situação mas agora que estou a viver isto não me condeno, e tenho vontade de estar com ele, mas sem pôr o meu casamento em causa. O meu medo é que está situação prejudique o meu sentimento pelo meu marido. Tenho medo de me apaixonar de verdade pelo meu colega.

 

E tem uma situação que não entendo: durante a relação sexual com o meu colega ele não aguenta (têm ejaculação precoce), ele diz que só acontece quando está comigo, com a esposa dele isso não acontece. Porquê?

 

 

A sua atitude para com o colega de trabalho põe em sério risco o seu casamento, parece que está a “brincar com fogo”. Entendo que estando longe de casa e se sinta carente, mas ao envolver-se com o colega, desequilibra a sua mente e o seu casamento. Uma relação extra conjugal é sempre perigosa e muito lesiva tanto no âmbito individual como no da própria relação. Se preza o seu casamento, se tem um marido maravilhoso, se o ama, o melhor é terminar o quanto antes essa relação, mesmo se agora lhe traz algum conforto, com a continuação certamente trará sofrimento.

 

A relação extra-conjugal é um sinal de insatisfação. Aproveite para repensar o seu casamento. Tente perceber, o que não está bem: se há problemas de comunicação, se o amor diminuiu, se existe desarmonia ou desatenção em relação ao outro.

 

O facto da “ejaculação precoce”, pode estar relacionada com a novidade ou mesmo o nível de ansiedade. Entretanto saiba que do ponto de vista evolutivo, a ejaculação precoce não é defeito, pois durar mais tempo numa relação sexual não serve nenhuma função genética, não é algo inato ao ser humano, é algo que se treina.

 

Para sair dessa situação reflicta, analise as suas motivações e use o bom senso para se sentir autêntica na relação.

13 comentários

Comentar post

Pág. 1/2