Terça-feira, 24 de Abril de 2012

Casamento em crise

 

 

Doutora,

 

Gostei muito do seu blog e decidi expor o meu problema, para obter ajuda e também para alertar os casais:

 

Sou casado há 24 anos. 

Sempre fui um homem muito apreciado pelas mulheres. A minha mulher que é lindíssima frequenta o ginásio diariamente e eu anteriormente também. Sempre fomos um casal lindo que sempre suscitou a inveja de muita gente. Muitas vezes quando saiamos de braço dado eu recebia piropos de outras mulheres mas nunca ligava e ela orgulhava-se muito de mim. Hoje em dia, depois de ler muitos artigos, descobri que sempre fui o chamado Macho Alfa. Resta dizer que a nível sexual, durante 19 anos, foi o paraíso na terra. Acredito que existisse igual, mas melhor não existiu. Mesmo sendo muito requisitado pelas mulheres, inclusive assediado, fui sempre fiel e naturalmente monogâmico. Temos 2 filhas de 22 e 17 anos de idade. 

 

Os anos foram passando e na tentativa de melhorar a vida estudei e consegui melhorar muito a nível profissional.

 

Há perto de 5 anos comecei a ter problemas psicológicos com ataques de pânico frequentes e crises de ansiedade, acordando varias vezes na sala de reanimação do hospital, sem no entanto ter qualquer problema físico. Comecei a frequentar Psiquiatras que me foram enchendo de medicamentos. Foi uma pena não ter encontrado logo a psicoterapia. Engordei 55kg e desleixei-me completamente fechando-me numa 'doença' que corrói as pessoas até há morte. Comecei a dormir no sofá pois ressonava imenso e ela não conseguia dormir. Ali passei os últimos 4 anos da minha vida. Quantas e quantas vezes ela me chamou para a cama em sofrimento, com o rosto lavado em lágrimas, e eu respondia: Estou melhor aqui! 

Até me custa escrever isto... como é que eu pude agir desta maneira??? Simplesmente, devido há doença que me deixou 'cego', eu pensava que já não a amava! Gritava com ela e com as minhas filhas; era sarcástico da pior forma possível; tentava ofender etc. etc. etc.   

 

Chamo a atenção para esta doença psicológica que é um demónio extremamente caprichoso e maligno, pois ataca fazendo-nos todo o mal do mundo, toldando-nos o espírito, cegando-nos a visão e depois, um belo dia, retira-se como se nada fosse deixando-nos sãos mas com a vida totalmente destruída.

 

Foi o que me aconteceu precisamente no momento em que a minha amada esposa me diz que resolveu deixar-me porque já não me ama mais! Posso dizer-lhe que senti o céu a cair-me em cima. Nunca pensei que pudesse haver algo tão avassalador. Pois pudera, ela levou anos a tentar reaver o seu amado sem sucesso e sem compreender por quê. Ainda hoje não consegue compreender. Como ela diz: Tu mataste aquilo que eu mais adorei: Tu! Como podemos ouvir isto da boca da pessoa que descobrimos que estamos loucamente apaixonados? Como é possível eu ter repudiado durante anos a pessoa que eu mais adoro???

 

Hoje estou curado devido há minha tremenda força interior, pois descobri que quem comanda o nosso cérebro somos nós. Devido há psicoterapia estou cada vez mais a descobrir a pessoa incrível que eu sou. Por isso digo que toda a gente deveria consultar pessoas como a Doutora e seguir um plano de psicoterapia. 

 

Mas tudo estava destruído entre mim e a minha amada. Tenho tentado reconstruir a minha relação pedra por pedra mas é muito difícil pois ela está tremendamente irritada e ofendida. Eu peço-lhe ajuda e ela pergunta-me quem a ajudou durante 5 anos de desgosto. Eu digo-lhe que foi uma doença estúpida e ela responde que é uma boa desculpa. Estou muito triste porque ela está a tornar-se muito má para mim  e amargurada dizendo que eu tenho que pagar por tudo o que lhe fiz passar. Tento aproximar-me e ela repudia-me. Desde que emagreci 30 kg e restabeleci a minha postura natural tenho notado muito interesse de outras mulheres e dela também pois claramente noto que não lhe sou indiferente. Sei que tratou de toda a papelada para o divórcio mas parou entretanto. Há dias, demonstrando uma raiva pouco comum, disse-me que eu era um estúpido ignorante pois ela há um tempo atrás pensava uma coisa e agora pensa outra e que eu não percebia nada de nada. Claro que isto é um claro sinal do seu interesse por mim.

 

Anteriormente tinha muita dificuldade em percebe-la pois ela começou a falar por código, mas agora percebo que ela está profundamente atraída por mim, mas como quer dar-me uma lição, está num conflito imenso que só destrói cada vez mais a nossa relação e não permite que conversemos. Diz-me que não me ama mais e eu pergunto se está realmente a dizer a verdade ao que ela responde: "Foi o que durante anos tu me disseste." Repare bem que eu não tenho ideia de alguma vez lhe ter dito algo de semelhante mas as minhas filhas corroboram dizendo que eu proferi essas odiosas palavras vezes sem conta! Como pode ser isto possível?

 

Estou pronto para fazê-la a mulher mais feliz do mundo simplesmente porque já estive no "fundo do poço" e, portanto, sei o que fazer para evitar cair lá de novo. Não voltarei a cometer o mesmo erro duas vezes, pois agora sei: Nós temos o total controle da nossa psique. Só entra o que nós deixarmos entrar.

 

P.

 

 

Caro P.,

 

O seu sentimento é sincero e se a percepção do seu casamento é correta, tente tudo por tudo e invista para uma reconciliação. Fale com ela, peça para que ela lhe dê uma chance para recomeçar, invista na relação e prove com as suas atitudes que mudou e que mudou para melhor.

 

Procure se controlar para conseguir uma gestão dessa fase de instabilidade e conflito da melhor forma e com muita paciência.

 

Continue com a sua psicoterapia que certamente vai ajudar a manter o seu equilíbrio psicológico e emocional.

 

Se existe amor entre o casal certamente poderão voltar a ter uma vida em comum.

 

O segredo de muitas uniões felizes está em manter um equilíbrio saudável, que significa estar na relação sem perder-se nela. Isto é, não agir como se o parceiro estivesse ausente e nem antepor ou impor as próprias necessidades às do parceiro, mas sim perceber-se como seres “distintos” e “únicos” e considerar o parceiro como um companheiro de viagem.

 

Publicado por Mariagrazia às 20:22
Link do post | Comentar | Favorito
52 comentários:
De R a 23 de Junho de 2012 às 20:18
Dra. Sempre tive relacionamento conturbados, sempre fui muito melancólica,mas do meu 1º namoro,que durou quase 5 anos,foi bem complicado,mas quando acabou a decisão foi minha, mesmo ainda gostando dele, eu vi que não dava, tinhamos planos diferentes.Logo em seguida comecei um novo relacionamento,com uma pessoa que eu pouco conhecia e que tinha poucas referencias, no inicio foi tranquilo,era um relacionamento saudável,mas com o passar do tempo fui começando a sentir muito ciume,e com 9 meses de namoro eu fui expulsa de casa pelo meu pai.Isso foi um trauma muito grande pra mim, mesmo nunca tendo tido um bom relacionamento com ele, na época fui morar com meu namorado,so até conseguir alugar um apartamento pra eu morar.Mas depois de uma semana,ele foi na casa da minha mãe e pegou todas as minhas coisas e levou pra casa dele.Depois de 1 mes eu falei que iria alugar um lugar pra morar e ele ficou muito chateado e me fez chantagem emocional, dizendo que se eu saisse nosso relacionamento ia acabar. Coversei com ele algumas vezes sobre isso,mas ele nao aceitou,e entao por eu gostar muito dele, resolvi ficar.Mas logo em seguida,1 ou 2 semanas depois,eu pedi o pc dele emprestado para fazer um trabalho e aproveitei pra entrar no meu orkut,quando entrei na página, o dele estava aberto,eu mesmo muito ciumento nunca havia bisbilhotado as coisas dele, mas naquele momento eu não resisti e fui olhar, foi quando eu descobri inumeras traiçoes.Meu mundo caiu,porque logo no inicio do nosso namoro nós revelamos um ao outros nossas senhas de email,orkut e deixamos nossos celulares a disposição um do outro,mas eu nunca senti a necessidade de olhar,e quando descobri percebi q fui enganada todo aquele tempo,quase 1 ano,ele tinha varios outros relacionamentos.Discutimos feio, quase nos agredimos fisicamente,mas ele assumiu todas as traiçoes e disse que não me queria mais,que era pra eu ir embora.Meu mundo acabou,chorei implorei,mesmo sabendo que ele tava errado,mas ele não quis saber.Eu quis morrer,entao um dia eu me tranquei e quando fui tentar suicidio ele entrou no quarto travamos uma briga fisica,ele começou a gritar,ate que a polícia chegou e eu fui levada ao hospital,onde fiquei sedada por 2 dias,mas quando eu acordava, eu nao queria outra coisa,a não ser morrer.Minha mãe me levou de volta pra casa dela,mas eu nao conseguia ficar lá, por causa do meu pai.Durante 1 semana fui levada várias vezes ao hospital,onde me sedavam, para que eu me acalmasse e dormisse.Quando eu estava acordada ligava várias vezes para meu ex-parceiro,pedindo a misericordia dele,mas ele virou as costas pra mim,foi quando fui morar só e entrei em depressão profunda,só ficava bem quando estava dormindo,passei 2 meses assim.Quando tive uma pequena melhora,comecei a sair i viver uma vida desregrada,trabalhava muito,i no tempo livre saia, bebia muito,tomava mto remedios e ficava com várias pessoas.Passei 6 meses assim.Quando reencontrei uma pessoa do meu passado, mas que eu ja conhecia todo o historico,e começamos a namorar,só que não nos levavamos a sério.Eu tive alguns paqueras por fora e ele também.Até que eu comecei a ficar doente de ciumes,brigavamos muito,e não existia confiança alguma.Foi quando tentei suicidio pela segunda vez. Eu continuava meu tratamento com psiquiatra,mas nem os remedios me acalmavam.Mas decidi largar tal pessoa e ficar só.Passei 2 anos só,curtindo muito,saia e bebia muito.Conheci muitas pessoas,tive muitos paqueras, conheci até uma pessoa que talvez teria dado certo,mas que logo iria viajar e passar 1 tempo fora,entao decidimos não fazer nenhum compromisso. Quando ele foi embora, depois de 2 meses, conheci uma pessoa, que no inicio achei que não fosse dar certo,mas a insistencia foi tao grande que acabamos juntos. Tive problemas com meu irmão,e decidi voltar a morar só,mas esse meu namorado nao deixou,me levou pra morar com ele. No inicio ele era muito ciumento, queria estar comigo o tempo todo i com o tempo eu fui querendo tambem, e acabei gostando demais dele.Cometi um erro, que foi sair com a pessoa que quase namorei antes de conhece-lo,mas não aconteceu nada,so conversamos, mas ele soube e brigamos muito, ele perdeu a confiança total em mim. Começou a querer sair só.Estou desesperada, parei a terapia, e não tenho mais vontade de nada.
De Mariagrazia a 7 de Fevereiro de 2013 às 10:30
Cara R,

Para melhorar a sua vida é importante que continue a terapia, pois precisa de ajuda, orientação e acompanhamento. Enquanto tiver uma vida desregrada vai ter dificuldade em levar a termo os seus planos.

Comece por identificar aquilo que realmente quer e aquilo que realmente é importante para você. Pense nas coisas que realmente quer alcançar e dedique-se a elas com afinco e disposição. Vai ver que vai conseguir!
De paula a 12 de Julho de 2012 às 14:44
meu caro

receio que sei exactamente o que esta a passar...pois por anos a fio aconteceu comigo...meu marido dormindo num sofa...quantas vezes lhe pedi pra que viesse pra cama e eu sem saber o que fazer...noto agora que ele esta bem...melhorou mas a sua atitude perante mim tenho a sensaçao de que se um dia o casamento nao dar certo e-lhe indeferente....agora quem esta no fundo do poço sou eu...caindo numa depressao...lembrando do passado e de tudo o que me fez sofrer....a pouco tempo tentamos melhorar..mas com a perda do nosso filho de 18meses so piorou as coisas para o meu lado...sinto me agarrada a dor do vazio que isso me deixou....ele esta encarando dentro dos possiveis mas tentando pelo menos com os outros filhos mais amor e atençao...quanto a mim esta dificil entender a depressao e tristeza que me sinto...e um aglomerado de situações que nos levam a esta terrivel doença....mas tenho a sensaçao que eu estive la, apoei, ajudei e hoje ele esta curado...quanto a mim nao sinto que terei essa chance...as vezes as pessoas nao entendem e ate nos chamam de "malucos"....mas sinto revolta pois nestas situações a culpa nunca e so de um...mas sim de ambos...algo falha...e adiferença e que um podera se curar e o outro nao...tambem estou num barco sem rumo...
De Anónimo a 15 de Agosto de 2012 às 12:43
bom dia doutora eu e meu noivo estamos prestes a casar, ele agora esta com uma crise de desconfiança devido a alguns problemas que passamos e terminamos e eu quase fiquei com outra pessoa. mais ja conversamos e decidimos ficar juntos e nos casar mais agora ele ta muito desconfiado meio ignorante não sei mais o que faço. poderia me ajudar?
De Mariagrazia a 7 de Fevereiro de 2013 às 10:15
Se não tem certeza, melhor esperar para tomar uma decisão. Continuem a namorar. O namoro prepara para o casamento. É o tempo para descobrir e aprender a conviver com as alegrias e as dificuldades. É o tempo de “treino”, para se conhecerem melhor.

Confiar um no outro é uma premissa importante para dar início a uma nova união.


De ANONIMO a 8 de Fevereiro de 2013 às 18:33
Oi querida , boa tarde , eu tambem ja passei por uma situação praticamente igual. E te aconselho que pense direito antes de casar, pois se seu noivo já ta dando sinal que é iguinorante e ciumento futuramente vc pode ter problemas mais graves e não é facil administrar um relacionamento assim. Dê um tempo tente conquistar a confiança dele e conhece-ló melhor para não se surpreender futuramente . Boa sorte e felicidades a vcs.
De Rosi a 7 de Abril de 2014 às 01:37
LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas? funciona mesmo!!! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS? Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)? Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes). Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre AA de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que AA venha para MIM l, afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele jnc não pense mais nas outras? mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém?). Publique esta simpatia por três vezesSó mesmo esta simpatia, quero compartilhar com você a minha alegria e mostrar que se para mim deu certo para você também dará basta copiar e colar por três vezes em inforum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas da manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor
De vania a 25 de Agosto de 2012 às 17:59
oi meu nome é vania tenho 20 anos sou casada a 3 anos,no namoro sempre faziamos planos para o futuro, Nos casamos e sempre iamos a igreja mas o que era um casamento lindo virou um inferno ele comecou a beber e a me maltratar muito xegara bebado todos os dias e quebrava tudo que via pela frente ele sempre anda com mentiras dizendo q vai parar de beber e quando fala q vai em algum lugar quando fala que vai para algum lugar na verdade ele esta em outro ja estou cancada diso mas eu o amo muito.o que et faco?
De Mariagrazia a 7 de Fevereiro de 2013 às 10:37
Cara Vania,

Casamento não é fácil e exige muito investimento. Não se desespere e tente sempre. Fale com ele, o diálogo é sempre a melhor solução. Ele precisa se controlar com a bebida se quiser manter o casamento. Conversem, encontrem soluções positivas. Só assim poderão construir dias melhores.

Confie em si própria!
De rosangela a 20 de Setembro de 2012 às 18:22
ola doutora sou casa a 22 anos e meu casamento vem tendo muitas crises da uma melhorada depois começa de novo ele desconfia muito de mi tudo bem que andei dando alguns motivos.não sei o que fazer mais não sei se amo como antes sei que ele me ama muito quer viver aos beijos e abraços e eu não quero ai ele se deprime e diz que vai resolver a situação mas acho que nen ele nen eu tem coragem, eu tenho do sei que ele vai sofrer muito sem contar que vou ser crucificada por todos.por favor o que acha que devo fazer.
De Mariagrazia a 9 de Fevereiro de 2013 às 18:05
Cabe a si decidir se quer continuar o casamento e o que quer da vida.
Casamento só de fachada é sempre infeliz, pense nisso e decida refletindo com honestidade, humildade e cuidado.
De T a 7 de Novembro de 2012 às 12:01
Bom dia doutora,

Estou com o meu marido há mais ou menos 5 anos e vou fazer 3 anos de casada este ano, mas tenho medo de não passar disso. Eu e meu marido nunca tivemos uma vida fácil, tivemos que ir contra parte da familia, passamos por problemas financeiros desde o início mas antes eramos unidos para lutar. De uns tempos pra anos para cá ele está muito stressado particularmente comigo. Age com ignorancia e secura comigo enquanto com as outras pessoas sorri normalmente. Ele me faz sentir como se eu é que não fosse o suficiente, como se qualquer um fosse mais de que eu. Antes eu me sentia linda, odos me olhavam, agora engordei 20kg e me sinto a pior das criaturas. Queira saber a forma correta de agir, quero fazer de tudo para salvar meu casamento. Eu o amo muito e não me imagino se ele, e sei que ele também me ama, pois sempre que está um pouco melhor ele me fala.
De Mariagrazia a 9 de Fevereiro de 2013 às 18:12
O casamento passa por fases melhores e piores.

Quando existe amor, tudo acaba por dar certo mas é preciso empenho, fé e muita paciência.

Se está infeliz com o seu peso procure fazer um tratamento para emagrecer, ao emagrecer vai se sentir melhor consigo própria e vai ajudar a aumentar a sua autoestima.
De Eduarda santos a 6 de Fevereiro de 2013 às 19:01
Ola dotoura , li um pouco sobre seu blog e achei muito interessante por isso decidir postar um comentario pois achei suas respostas muito coerente. Então meu caso é o seguinte: Sou casada vai fazer 3 anos e ainda não tenho filhos , sou uma otima esposa , pois sou carinhosa , respeito meu marido enfim sempre faço tudo por minha relação , no começo não tinha percebido mas agora meu marido tem mostrado ser uma pessoa egoista ,maxista e não to mim sentindo mais correspondida.
Sabe ele trabalha viajando , e vem para casa so de 15 \15 fica uma semana e volta eu no comerço ia com ele mas agora de 1 ano para ca não posso ir mais pois estou estudando faculdade, e so viajo com ele em feriados prolongado ou final de ano eu tenho 25 anos e ele 30 , ele é muito bom comigo so em relação a( bancar)como se diz no popular ele mim da tudo que precizo inclusive paga minha faculdade e eu não preciso nem trabalhar.Mas ele tem deixado muito a deseijar em relaçao a divirtimento , nos temos os gosto muito diferente em relaçao a isso por ex: eu gosto de praia ,ele de interior (zona rural) eu gosto de clubes festas de bandas com pagode ,forró e ele não gosta o pior é que eu vou para os lugare que ele gosta e quer ir e ele não mim leva nenhuma vez para algum lugar qur eu gosto de ir , e mais ele varias vezes abre mão de sair comigo para sair com os amigos então para resumir eu sou feliz com ele mas muito infeliz nessa area pois sinto muita vontade de mim divertir mas ele nunca mim leva e quando leva é para lugares que eu não gosto,ai eu fico triste decepcionada mas ele nunca muda ja brigamos eu converso com ele cobro mas não tem jeito e pior que ele é ciumento eu não posso nem ir em uma sorveteria com as minhas amigas que ele não permite . Mas varias vezes ele sai com os amigos para o barzinho e so chega tarde é muito egoista e eu mim sinto muito constrangida pois as pessoas para ser feliz tem que fazer e participar daquilo que gosta as vezes fico a pensar se vale a pena esse relacionamento pois amo muito ele , mas tenho medo do futuro fico a pensar que ele não sai comigo agora que somos praticamentes namorados imagine quando tiver mais velha e com filhos acho que nao vou arredar o pé de casa.As pessoas conhecidas falam que eu sou muito boba com ele , faço todos os gosto dele e ele não faz nenhum meu em relação a isso, as meninas aconselham que eu saia para mim divertir quaando ele viajar , mas eu não tenho atitude para isso não mim sinto bem em ser casada e ficar por ai passeando sempre sozinha com as meninas solteiras uma vez ou outra poderia ser que eu fosse na pizzaria , ou na sorveteria clube, coisa assim sem ele saber mas direto não . Por favor mim ajude preciso muito de uma opniao.
De Mariagrazia a 9 de Fevereiro de 2013 às 18:31
Lembre-se de que cada um precisa de um espaço próprio, no entanto é preciso respeito. Procure dialogar com ele e proponha negociar para que ambos se sintam felizes na relação, só assim é que um casal pode se entender.

O casamento para dar certo exige investimento , flexibilidade e comprometimento.
De gessica a 4 de Março de 2013 às 14:12
oi gostaria muito da sua ajuda sou casada a 1 ano tenho emflentado muitas crises pois meu marido me dar muitos motivos pra desconfiar antes nossa brigas era por causa de celular cansei de pegar msgm de menina mas nada de mas msgm bobas mas que me deixavam com ciumes cansei de quebra chip dele pois achava injustica que ele podia ter numero de amigas e eu não podia te nenhun colega no meu celular,ele colocou senha no celular pra eu não ver os contatos dele e nem as msgm .mas agora eu deixei de de mão não vou bater a cabeça com isso ,agora ele deu de ser ignorante comigo ta dando uma de maxista,ele não pode ver uma louça suja que ja começa me chamar de priguiçosa e a me chigar ,agora deu pra ta me agredindo por isso estou revoltada não sei se largo ele ou se continuo a ficar do lado dele pois eu gosto muito de amo!! ele me batei e eu fui pra cas de uma amiga e quando cheguei ele tinha quebrado a fechadura e colocado outra ,, e agora eu não sei oque faco me ajude
De Rafaella a 6 de Abril de 2013 às 16:09
Bom Dia.

Gostaria muito de ajuda!
Aos 13 anos comecei a namorar o meu esposo, entre idas e vindas ele arrumou outra namorada e eu sofria muito, pois era LOUCAMENTE apaixonada por ele, mais em fim ficamos juntos novamente. Aos 16 anos engravidei, e resolvemos morar juntos, antes de nossa filha nascer, descobri uma suposta traição, que nunca foi confirmada, só vi uma mensagem pela internet de um encontro marcado, que sei que ele não compareceu, ficamos um bom tempo sem nos falar, mais assim que ela Nasceu a gente ficou de bem. Hoje minha filha tem 4 anos... E sinto muito dificuldade em relação ao sexo. O cansaço é maior que o desejo, trabalho o dia inteiro, acordo muito cedo, quando chega a noite minha filha não quer dormir, normalmente eu acabo dormindo antes mesmo que ela durma de tão cansada que estou. Meu esposo duvida do meu sentimento por ele, pois diz que não sinto desejo por ele... Que so penso em dormir... Meu casamento esta em crise... Ele mal fala comigo, e quando fala é pra reclamar, pra discutir... O que eu faço? Quero ajuda!!
De Rafaella a 6 de Abril de 2013 às 16:16
Mais uma Observação:

Nem na mesma cama dormimos, pois minha filha não aceita, ela dorme no mesmo quarto que nós, na cama comigo, e o pai dela dorme de Rede...!!
De carolina a 8 de Abril de 2013 às 04:41
Por favor me ajude meu marido ta me emloukecendo com esse siumes doentiu deli oque eu posso faser ja que toda as veses que eu falo em termina eli dis que vai mudar mais nunka muda me ajuda

Comentar post

Drª Mariagrazia Marini Luwisch
Psicóloga - Psicoterapeuta

Licenciada em Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil.
Equivalência, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.
Membro Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Breves.
Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos nº 8372

Consultório:
Av. Luís Bivar 93, 6ºandar E
1050-143 LISBOA
Marcação de consultas:
213 146 274
914 749 474
ou
por email: E-mail

| Site Oficial

email:mariagrazia@sapo.pt

Parcerias e Acordos

ADSE
ADM
SABSEG
AXA
Cruz Vermelha Portuguesa

Pesquisar

Perguntas recentes

Esposa infiel

Namoro do passado

Sogros dominadores

Culpa e arrependimento

Agir com a amada

Alcoolismo

Luto da filha

Violência doméstica sexua...

Solidão

Sogra possessiva

Temas

relacionamento

depressão

traição

amor

medo

sexo

ansiedade

separação

ciúme

adolescente

casamento

psicologia

mãe

namoro

infidelidade

auto-estima

filho

sexualidade

trabalho

desejo

todas as tags

Artigos

Psicologia
Testes
Saúde
Exercícios
Dicas
Pensamentos

Citação do dia

Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger

Arquivo

blogs SAPO