Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

FELIZ ANO NOVO

 

 

 

MUITO AMOR

SUCESSO

REALIZAÇÕES

SOLIDARIEDADE

PACIÊNCIA

FORÇA

CORAGEM

SAÚDE

HARMONIA

 

FELIZ NATAL

 

 

 

 

 

É Natal!
 
Época de sonhos, união, confraternização, solidariedade, partilha, balanços, projectos e esperanças.
 
Desejo a todos UM FELIZ NATAL!
 
Com carinho
Mariagrazia

 

 
 
 

 

Namoro complicado

 

Van Gogh

 

 

 

Meu namoro é um pouco complicado...

Moro a 2700 Km da minha namorada...

 

Estamos namorando há 6 meses, até alguns meses atrás eu era completamente apaixonado por ela..

 

Mas agora.. eu não sinto mais isso, é como se eu não a amasse mais, ela é uma pessoa muito especial pra mim eu gosto muito dela.. mas é como se eu não estivesse mais apaixonado por ela..

 

Sei que ela me ama muito.. e eu fico com uma sensação de "injustiça" por não a amar tanto quanto ela me ama...

Nós sempre conversamos pelo computador, telefone, Mns e etc..

 

Queria saber como fazer esse sentimento retornar.

Por exemplo...

 

Amar ela incondicionalmente como eu amava antes...

Agradecido

 Sr. L.

 

 

 

Divorciada

Paula Rego

 

 

Sou divorciada a mais de 5 anos, depois de 40 anos de casamento.

O ex marido vive com outra mulher a mais de 4 anos, ela deu muitos aborrecimentos aos meus filhos que já são adultos. O rapaz tem 48 anos, casado, sem filhos, a moça tem 46 anos, casada, um filho de 22 anos. O pai deles quer forçar uma aproximação da actual esposa com meus filhos, eles não querem, mas o pai sempre volta a "forçar a barra", minha filha principalmente já deixou claro que não quer ter contacto com a mulher, ela esta deixando até mesmo de atender o telefonema dele para evitar o assunto. Meus filhos sofrem muito com isso, mas não querem que eu interfira e esclareça as coisas de forma definitiva. Eles aceitam o pai, ma não a nova mulher dele. Gostaria de receber sua orientação ou algum artigo que ele pudesse ler e entender que deve parar de agir assim, ou perderá os filhos também. Felizmente ele mora em outra cidade e quando diz que vem para cá, meus filhos entram em pânico.
Gostaria de receber algum artigo ou sua resposta relacionada a esta questão.
Obrigada, aguardo sua resposta o mais breve possível.
Um abraço

 

 

 

Casada traída

 

 
 
Paula Rego
Dra Maria,
 
Preciso de uma ajuda…sou casada há 5 anos mas entre namoro e casamento estamos juntos á 13 anos, quando nos conhecemos eu tinha 17 anos e ele dezoito daí então nunca mais nos separamos, ele sempre foi fiel á mim e eu á ele...somos muito companheiros, cúmplices em tudo, tudo o que ele faz é junto comigo, somos um casal que despertamos inveja em muitas pessoas como amigos e parentes pois não tínhamos nada e conseguimos graças á Deus construir tudo em nossas vidas, ele não sai sem mim..nunca dormiu fora de casa ou passou madrugadas nas ruas, somos muito amigo um do outro.. só que mudei de emprego e comecei a chegar em casa todos os dias as 20:00 e 20:30 hrs pois o local do meu emprego era distante.. só que ele sempre estava em casa quando eu chegava, mas neste 1 ano que estive trabalhando neste período ele conheceu uma moça na lotação em Janeiro/2008 e começaram a sair juntos mas o tempo que eles se viam era muito pouco os encontros eram por cerca de 1 hora á 1 hr e meia pois sempre que eu chegava ele já estava em casa, muitas vezes já até preparava e adiantava o nosso jantar, com muita conversa ele me afirmou que via ela uma vez por semana e que as relações sexuais entre eles eram raras..enfim nossa relação, casamento sempre foi óptimo, descobri sobre esta moça por pequenas brechas como nome no celular pois se dependesse das atitudes dele comigo e com o meu filho dentro de casa jamais eu iria desconfiar pois ele não mudou nada comigo sempre me tratando com muito amor e carinho...eu sou católica praticante já o perdoei de coração, pois ele diz que foi uma fraqueza e que nunca havia feito isso antes e jura que se arrepende e que não vai voltar a fazer nunca mais diz que até agora não entende como teve coragem de cometer este ato pois cita que eu não merecia isso e que ama eu e nosso filho mais que tudo na vida,..ele chorou muito e me implorou perdão..só que eu não consigo parar de pensar nesta traição o tempo todo já está me fazendo mal, quanto á nossa vida sexual está tudo normal como sempre foi ou melhor parece que até apimentou um pouco mais..essa traição tanto para eu quanto para ele fez com que enxergássemos o quanto gostamos um do outro..mas quero um conselho pois não aceito o fato de saber que outra mulher tocou o meu marido me ajude por favor!!! Não sei o que devo fazer
 
AMS

Contrariada e chora

Paula Rego

 

 

 

 

 

 

 

Meu nome é A., queria muito entender um problema que sofro desde criança. Hoje tenho 27 anos e fico muito envergonhada porque toda vez que sou repreendida, contrariada, fico triste ou discuto com alguém, quando vou falar começo a chorar! Por mais raiva que eu esteja ou por coisas que as vezes são tão bestas, não consigo controlar o choro e fico parecendo uma criança na frente dos outros.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Passo a chorar mais ainda com raiva de mim por não conseguir parar de chorar e é por isso que às vezes deixo de resolver muitas coisas porque prefiro digerir a situação, me acalmar ou passar a mágoa para depois de uns 02 dias poder me expressar sem cair no choro! Tenho uma amiga que também é assim e nunca descobrimos o por quê!