Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

A LENDA DOS DEVAS

Na Índia uma antiga lenda narra a seguinte história:

No princípio dos tempos de Brahma (o Deus criador da Trindade Hindu) reunir seus devas, entidades semi divinas, e propôs-lhes o seguinte problema: disse o Brahma: - O homem está se tornando cada vez mais inteligente e é de se temer que algum dia atinja tal estado de desenvolvimento Mental que seja capaz de desvendar a grande Verdade do Universo; para que isto não aconteça quero que escolham um lugar seguro em que possamos ocultá-lo, para que ele jamais o encontre.

Um dos devas sugeriu que a verdade suprema fosse enterrada bem no fundo da Terra, mas Brahma não aceitou a ideia, alegando que o homem desenvolveria uma tecnologia que seria capaz de atingir qualquer ponto na Terra.

Outro deva aconselhou que a verdade suprema fosse oculta nas profundezas do oceano. Mas Brahma lhe disse que o homem evoluiria tanto que faria embarcações capazes de devastar os mais profundos mares.

O terceiro devas fez ver que o ideal seria esconder a Suprema Verdade na lua, pois assim estaria bem longe do alcance do homem, mas mais uma vez Brahma respondeu que o conhecimento técnico do homem seria tal que fabricaria naves espaciais capazes de atingir facilmente o satélite da lua.

Outro devas considerou então já que o homem seria tão capaz mentalmente que geraria máquinas poderosas capazes de levá-los até a lua, então o único recurso seria esconder a Verdade Suprema entre as estrelas nos confins do Universo. Mas Brama concluiu que a evolução do homem lhe permitiria ir até os confins do Universo e que só haveria um lugar suficientemente seguro para esconder do próprio homem.

E escondeu-a dentro do próprio homem.