Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Dúvida de traição

Boa tarde,

 

Há algum tempo que visito este blog mas tem faltado coragem para pôr em palavras o meu problema.

 

Vivo com o meu namorado há 2 anos. A nossa relação começou de forma tempestiva, ao fim de um mês estávamos a viver juntos, numa altura em que ainda não nos conhecíamos bem e ele tinha terminado um relacionamento quando me conheceu e porque me conheceu.

 

Ao fim de 5/6 meses comecei a notar atitudes estranhas nele. Chegar mais tarde que o costume, mas nunca mais de uma hora ou hora e meia, arranjar pretextos para sair sozinho, como ir comprar alguma coisa... E eu a ficar desconfiada de que andava a sair com outra pessoa, mas ele nunca me deu mais que esses leves indícios.

 

Um dia pergunta-me se me importo que ele vá jantar com colegas de trabalho. Disse que podia ir mas pedi-lhe para ir também. Não quis e acabou por ir sozinho.

 

Quando ele chegou a casa, já de madrugada, não resisti e mexi no telemóvel dele. Vi que tinha uma chamada para outra mulher logo depois da hora em que saiu de casa.

 

O meu mundo ruiu. Pedi explicações e não as tive. Chorei as lágrimas que tinha e as que não tinha. Mas não queria ir embora e deitar a perder uma relação sem ter certezas.

 

Uns dias mais tarde fui tentar encontrar a resposta, porque tinha quase a certeza de quem era essa mulher. Mas fui apanhada e discutimos mais. Fiz as malas, preparei tudo para sair desta relação mas à última da hora tentei pesar os prós e os contras e fiquei. A única vez em que ele esteve realmente ausente mais tempo que proporcionasse o consumar físico de uma traição foi essa noite.

 

Fiquei, mas apesar de ter pedido várias vezes, nunca tive uma explicação sobre o que estava a acontecer. Só me disse que não aconteceu nada. Mas não me diz onde foi, com quem, fazer o que.

 

Eu quero perdoar e seguir em frente, quero esquecer aquele episódio, pôr uma pedra sobre o assunto. E em 99% do tempo consigo fazê-lo e temos sido muito felizes desde essa altura. Em cada dia descubro-lhe novas qualidades que me fazem amá-lo cada dia mais.

 

Mas tenho esta pedra no sapato e não me consigo livrar dela. Para poder perdoar de facto eu precisava de respostas e de saber que ele consegue ser completamente honesto comigo. Nas alturas em que estou mais em baixo penso que se ele me amasse mesmo teria optado por ser honesto para me tentar prender.

 

Penso muitas vezes no futuro que esta relação poderá ter enquanto tivermos esta história por esclarecer. Mas de cada vez que insisti acabei por não ter resposta nenhuma e por nos chatearmos a sério.

 

Então tentei o oposto. Seguir em frente, mesmo sem respostas, mas está a ser muito difícil. Já cheguei a dizer-lhe que fiquei uma vez na dúvida mas que se houver próxima me vou embora mesmo sem certezas.

 

Enfim... às vezes só queria bater com a cabeça e que fosse como se não tivesse acontecido.

 

Peço desculpa por me ter alongado tanto nesta explicação...

 

Cumprimentos

 

 

 

 

 

 

 

Cara R.,

 

Com o tempo vai esquecer. Ainda está zangada e na dúvida que tenha havido uma traição, mas como você mesma diz:" Em cada dia descubro-lhe novas qualidades que me fazem amá-lo cada dia mais.", isso não é suficiente para se acalmar e esquecer esse episódio?

Tenha paciência e verá que irá conseguir recuperar a confiança nele.

 

A relação precisa ser renovada e recriada no dia a dia e cabe a si procurar crescer com as experiências, mesmo as mais difíceis.

 

Fique bem

 

Mariagrazia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

<p class="MsoPlainText" style="margin: 0cm 0cm 0pt; t