Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Desvalorizada

 Estou a escrever pois estou com muitas dúvidas a nível pessoal.

 
Durante anos fiz tudo o que os outros queriam, quando digo outros refiro-me em especial ao meu marido, sempre foi tudo como ele quis eu nunca tive voto na matéria em relação a nada , sempre usou de pressão física e psicológica para comigo.
 
Durante anos fez-me acreditar que eu não seria ninguém sem ele, e que eu devia dar graças a Deus que ele estivesse comigo, foi assim durante quase dez anos.
 
Eu tenho neste momento 29 anos, e uma mentalidade diferente, sei que tenho valor, e que não e favor nenhum ele estar comigo.
 
Durante anos ele fez de mim a sua empregada domestica, que só servia para trabalhar dentro e fora de casa, não podia comprar nada sem lhe pedir autorização, apesar de sempre ter trabalhado, esta constantemente a dizer que ganha mais do que eu, por isso eu não tenho direito.
 
Mas agora eu disse-lhe que estou cansada de viver assim, quero me separar, mas mais uma vez ele não me respeita, pois só pensa nele, quem lhe vai lavar a roupa, quem lhe vai cozinhar, esse e o seu único problema….
 
Não duvido que ele goste de mim, de uma maneira estranha, mas acredito que goste, mas eu não sei se quero continuar assim.
 
Acho que mereço ser feliz…
 
AJUDE-ME…  
 
Cara Amiga,
 
Você não pode deixar se usar e se anular dessa maneira para seu marido. O tempo da escravatura já acabou. Você tem direitos!
 
Procure fazer-se valer mas para isso tem que se sentir valiosa.
 
Goste de si. Faça coisas que gosta, dialogue com ele e reformule os planos de vida em comum, até encontrarem um equilíbrio saudável onde cada um tem suas tarefas e é responsável por elas, mas onde cada um também tenha espaço próprio para crescer e evoluir.
 
Você merece!
 
Beijinhos
Mariagrazia