Quinta-feira, 3 de Julho de 2008

Medo da morte

 

Tenho muito medo da morte, e desde criança. Até mesmo o fato de tornar-me mais velho e o medo da perca de entes querido me atormentam, como será a minha morte, o pós-morte, será que é somente o fim ou como será do outro lado, todos se esquecerão de mim. Enfim, aterrorizadamente me sinto quando em silêncio penso no fim de tudo. Porquê tenho tanto medo, porquê é tão forte este temor quando comparado a outras pessoas??
 
Desde já lhe agradeço
 
Um Abraço
 
 
Caro amigo,
 
Parece que esse medo que sente lhe tira a vontade de viver e o faz morrer lentamente. O seu medo da morte pode estar relacionado com o não saber viver.
O medo da morte não é inato, mas é introjetado desde a infância e atinge a todos os seres humanos.
 
É seu dever tentar enfrentá-lo e vencê-lo para poder sentir orgulho de si próprio e se sentir feliz nessa vida.
 
Confie em si e viva a sua vida com entusiasmo, paz e amor.
 
Tudo de bom
Mariagrazia
Temas: , ,
Publicado por Mariagrazia às 10:12
Link do post | Comentar | Favorito
161 comentários:
De Sara Cristina a 28 de Agosto de 2008 às 04:01
Olá! Meu filho tem 9 anos e estou preocupada. Está com medo de eu morrer e de ele também. Está dormindo tarde e fica pensando na morte. Quer dormir na minha cama. Diz q sente q alguém está ao lado dele na cama ou que possa ter alguém debaixo da cama. Quando ele tinha uns 5 anos, esteve em velório e logo depois esteve no de meus avós, tempo depois ficou com medo, não queria ver caixão. obrigada. Sara Cristina.
De Mariagrazia a 4 de Setembro de 2008 às 01:06
Cara Sara Cristina,

Procure tranquilizá-lo e acalme seus medos explicando que não há nada a temer. O medo da morte e de perder os pais é uma fase que normal das crianças mas se não der demasiada importância vai passar. Não deixe que durma na sua cama, insista para que durma na dele para manter uma postura de segurança que se reflectirá no seu filho.

Fique bem
Mariagrazia
De Sara Cristina a 1 de Outubro de 2008 às 23:15
Olá ! conversei muito com meu filho e ele disse q não está pensando mais em nós dois no caixão não, mas vi um desenho dele com 2 homens atirando um no outro e aí logo na frente desse homens tem uma casa onde vela as pessoas e aí está o desenho de um desses homens sendo velado. Fiquei apavorada de novo, porque ele não falava mais em morte e de repente fica fazendo esses desenhos de morte e caixão. Me oriente por favor. Sara Cristina.
De Mariagrazia a 2 de Outubro de 2008 às 21:01
Cara Sara,

As crianças passam por fases que se preocupam com a morte. Na televisão, nos filmes, eles vêem muitas mortes e violência e seu filho usa os desenhos para entender e elaborar a morte na cabecinha dele. Não se preocupe mas responda as perguntas que ele possa fazer com segurança e de uma forma tranquilizadora.

Fique bem
Mariagrazia
De Gislaine Marquezini a 4 de Agosto de 2011 às 04:25
Estou preocupada com meu filho Eduardo que tem 06 anos. Há algumas semanas ele perguntou sobre seu bisavô falecido e minha mãe lhe explicou que biso morreu e quando o Eduardo perguntou o porquê, minha mãe disse que chegou a hora porque ele nasceu, cresceu, ficou velhinho e morreu. Horas depois minha mãe encontrou o Eduardo em prantos e dizendo que não queria mais crescer porque iria morrer. Desde então ele tem estado tristinho, fala muito sobre o assunto e chora ao imaginar que ele o nós iremos morrer. Meu marido tentou reverter a situação dizendo que a morte é natural e disse que quando o Papai do Céu nos quer com Ele, nos leva pro céu que é um lugar bonito. Agora ele chora dizendo que não quer ir pro céu. Hoje o peguei chorando sozinho em seu quarto, soluçando até, porque não quer ir para o céu, o tranquilizei mas acho que agi errado quando disse que a minha mãe fez uma brincadeira com ele e que ninguém iria morrer. Depois disso ele ficou calmo e dormiu e agora estou com a consciência pesada porque menti pra ele. Não sei o que fazer. Tenho muito medo que ele fique deprimido por causa disso. Me ajude por favor!
De Mariana a 17 de Outubro de 2011 às 19:41
Fale pra ele que quando as pessoas morrem quem vive é a alma delas e que não podemos fazer coisas ruins aqui na Terra porque a alma é a gente mesmo.
E fale pra ele que o que você tinha falado sobre ninguém vai morrer era uma brincadeira, fale pra ele aproveitar a vida o máximo e não ficar chorando assim, se ninguém morresse o mundo seria muito apertado imagine só ele não iria gostar de um monte de pessoas morando na casa dele né?
Quando eu era criança eu também ficava assim, mais um dia eu entendi que temos que aproveitar a vida ao máximo, e quando morrer Deus vai estar nos esperando e ele gosta muito da gente.
Leva seu filho lá fora e mostre o céu pra ele, fale que tem muitas figurinhas de nuvem e é só usar a imaginação e ele vai ver como o céu é perfeito, minha mãe fez isso comigo e agora eu fico imaginando a hora da morte feliz, porque é fofinho ficar andando lá
kkkkk.
Espero ter ajudado
Fique com Deus
De Gislaine Marquezini a 22 de Outubro de 2011 às 21:37
Nem sei como agradecer, assim fica fácil para ele entender. Vou fazer isso e depois te conto. Obrigada!!!
De Keyciane Barosa a 30 de Outubro de 2010 às 18:09
Oii meu nome é keyciane tenho muito medo de meu pai morrer e da minha mãe tbm, pq eu estou me sentindo muito insegura, pq eu ja vi gente morrendo na frente da minha casa, e pesso pro meu pai pra minha mae tomar muito cuidado, e toda noite eu fico insegura nao consigo dormir enquanto todo mundo está em casa, nao durmo direito meu coração fica muito apertado fico com dor na barriga e nao consigo superar isso por favor me ajude estou presisando de você....
De July a 6 de Fevereiro de 2011 às 16:13
Também sofro exatamente a mesma coisa que você mais preocuro pensar em como o senhor criador e bom..
a vontade dele é a que tem que ser feita
fico pensando
tenho 50% de morrer hoje e tenho 50% de não morrer
assim é a vida
a cada dia que passa prescisamos agradecer a DEUS!

Beijos
De vanessa a 30 de Abril de 2009 às 01:12
APO´S A MORTE DA MINHA AVÓ MUITO QUERIDA NÃO SABIA O QUE ERA DORMIR TINHA FORTES PALPITAÇOES CORAÇAO ACELERADO E MEDO DE MORRER ERA HORIVEL. JÁ FAZEM 10 MESES ,E SÓ A APENAS 7 DIAS ESTOU DORMINDO COM O APRAZ SE NÃO ACHO QUE IA MORRER MESMO DO PANICO DA MORTE. MAS AINDA TENHO QUE IR AO CARDIO E FUI AO NEURO TOMO APRAZ E PARA INCHAQUECA TAMBEM E UM ANTI DEPRESSIVO QUE HOJE ACABOU E A MEDICA NÃO ESTÁ NO CONSULTORIIO SERÁ QUE TEM PROBLEMA FICA UNS DIAS SEM O ANTI DEPRE SSIVO? ELE É CARO E ELA ME DÁ.
De Mariagrazia a 2 de Maio de 2009 às 12:11

O luto de uma avó é sempre muito triste. Guarde as boas memórias e continue a se dedicar à vida e às pessoas queridas à sua volta. Certamente o tempo vai ajudar a ultrapassar.

Não convém ficar sem tomar o antidepressivo mas se forem poucos dias, penso que não vai ter problemas.

Um abraço
De marta a 6 de Maio de 2009 às 14:35
Olá, chamo-me Marta. Tenho 24 anos.
E a uns dias senti uma coisa muito estranha quando estava no meu quarto a esudar.
olhei para as minhas coisas e comecei a horar, fiquei aterrorisada.
Apercebi-me que era medo da morte.
Agora todos os dias fico triste, descotrolada mesmo, porque não consigo para de pensar na morte.
Tenho um medo terrivel dela.
Já me tentei mentalisar que ainda sou nova, que certemente ainda tenho muito tempo de vida, mas não consigo sentir uma dor no peito com medo da morte.
De Mariagrazia a 10 de Maio de 2009 às 18:03
Cara Marta,

Não tenha medo da morte.
Tenha sempre em mente que todos os seres humanos necessitam encontrar uma razão para viver e uma razão para morrer.

Procure dar sentido á sua vida com criatividade e entusiasmo

Um abraço
De HELMI a 1 de Junho de 2009 às 17:40
OLÁ

PASSEI AQUI SEM QUERER... E NÃO POSSO DEIXAR DE COMENTAR.
EU TENHO 24 ANOS E MUITO MEDO DE MORRER E DE SOFRER UM ATAQUE OU PARAGEM DO CORAÇÃO.
NÃO SEI PORQUE NÃO SEI DE QUE.... SINTO ISTO Á PELO MENOS 3 ANOS... DIARIAMENTE
É UM SOFRIMENTO HORRIVEL... QUALQUER DOR QUE SINTO JÁ CONSIDERO QUE É GRAVE E QUE IREI MORRER...
SINTO MUITAS DORES NO PEITO PICADELAS NAS COSTAS E PESCOÇO, DORES NO BRAÇO, FALTA DE AR.... DESCONFORTO ENORME... UM VAZIO GIGANTE... UMA TRISTEZA FORA DO NORMAL.
TENHO UMA BÉBÉ COM 7 MESES... UMA MARIDO BOM... TRABALHO... E SEGUNDO OS MUITOS MÉDICOS QUE JÁ PROCUREI MUITA SAUDE TAMBÉM....
DETECTARAM-ME APENAS UM LIGEIRO PROLAPSO DA VALVULA MITRAL....NAO TOMO NADA E SEGUNDO OS ESPECIALISTAS NAO PRECISO...
O CERTO É QUE TENHO DORES DIFERENTES E IGUAIS DIÁRIAMENTE E SINTO-ME SEMPRE ESQUESITA...
ENTÃO DESDE QUE TIVE A MINHA FILHA... TENHO SOFRIDO MUITO COM TODOS ESTES FACTORES PESSICOLOGICOS.
NÃO HÁ DIA QUE NÃO AXE QUE VOU MORRER APOS SENTIR DORES E DESCONFORTOS EM ZONAS CONSIDERADAS DE RISCO, TAIS COMO, QUEIXO, BRAÇO ESQUERDO, PEITO, PERNA ESQUERDA, PESCOÇO.... ETC
NÃO ME CONSIDERO NADA NORMAL NEM SEI TAO POUCO O QUE HEIDE EU FAZER...

ALGUEM ME AJUDA?
De Mariagrazia a 2 de Junho de 2009 às 23:43
“Quem venceu o medo da morte venceu todos os outros medos". (Mahatma Gandhi)

Todas as pessoas tem medo da morte, mas o importante é conseguir viver sem que isso se transforme numa limitação. Pense na vida e no momento presente . Pense no seu bebé e confie em si própria como pessoa capaz e responsável e verá que vai se sentir melhor.

Se entretanto não se sentir melhor procure a ajuda de uma psicoterapia.

Tudo de bom
Mariagrazia
De Carlos Augusto a 28 de Dezembro de 2009 às 17:41
Você tem tudo para viver feliz, pergunto se tens uma religião ? se tens procure participar mais, se envolver mais e se não lhe aconselho a procurar uma, seja qual for aonde você se sentir bem, Deus lhe iluminará e dará forças e tudo mais de bom, que terás a distribuir com os outros de sobra.
Luz, Paz e Amor.
De JOSIANE a 3 de Setembro de 2009 às 02:54
OLÁ , VC ESTÁ APRESENTANDO UM QUADRO DE SINDROME DE PÂNICO, SINTO EXATAMENTE O QUE VC SENTE , JÁ FUI AO CARDIOLOGISTA, FIZ VÁRIOS EXAMES E NADA TEM HAVER COM CORAÇÃO, SEMPRE PENSAA TBM QUE IA MORRER, QUE ESTAVA INFARTANDO, OU SENTIA UMA SENSAÇÃO RUIM DE QUE ALGO TERRÍVEL IRIA ACONTECER, UMA TRAGÉDIA.
SEU PROBLEMA É DE FUNDO EMOCIONAL, PROCURE UM PSIQUIATRA OU UM NEUROLOGISTA, ELE VAI PASSAR UM MEDICAMENTO PARA VC E VAI FICAR TUDO BEM.
EU NÃO SEI SE TEM ALGUMA RELIGIÃO, MAS QUERO TE DIZER QUE JESUS TE AMA E QUER TE AJUDAR, FALE COM ELE COM TODA SUA FÉ E ELE VAI TE OUVIR, ELE PODE FAZER MILAGRES!
MAS ELE TAMBÉM HAJE ATRAVÉS DE MÉDICOS E REMEDIOS, PROCURE AJUDA.
ESPERO QUE FIQUE BEM!
De TÂnia a 12 de Outubro de 2009 às 19:43
Olá Helmi... Ler o seu comentário foi sentir' me eu própria a escrever...

Como voce me detectaram um prolapso na Valvula mitral e desde aí já na cnsegui ser a mesma pessoa....


De Helena a 15 de Outubro de 2009 às 15:22
Tânia

Obrigada pelo teu depoimento.
Eu continuo igual. Quanto ao coração, tento não pensar muito, pois entretanto já lá vai mais um electrocardiograma, um ecocardiograma, prova de esforço em tapete rolante e holter.... Voltou a não acusar nado... GRAÇAS A DEUS.
No entanto agóra são outras dores... que me levam a continuar a achar que tenho um grave problema pois as mesmas continuam dia após dia.... (Dor no quadrante superior direito) tenho um medo enorme que seja figado..... Estou cansada de pensar sempre que tenho alguma doença muito grave... Agóra é Cancro...
Entro num panico tão grande que só paro quando consigo entrar no médico, e depois de ele me examinar e efectuar exames é que relaxo...

Eu sei que não sou muito normal...
O meio maior medo é que um dia destes acxabe por dar positivo uma doença mesmo.....

Eu queria muito acompanhar o crescimento da minha pimpolha... é tudo que mais desejo, que masi quero..

Estou desesperada...

Isto é muito angustiante...

Beijos a todas
De Pedro Vieira a 15 de Outubro de 2009 às 17:25
Ola Boa Tarde.
Ha coisa de um ano sentia praticamente o mesmo que tu.
Dores aqui e ali.Fiz uma data de exames ao coração,pulmoes,sei la ,muita idas as urgencias.E um ano sem sair de casa.Bastava ir a garagem para entrar em pânico e pensar que ia morrer.Até que me levaram á força a um bom psiquiatra.As dores que eu sentia eram psicologicas,hoje encontro-me bastante melhor,claro que ainda ha aquele receio e nunca estou sempre bem mas quem está?O medo da morte tira nos a vontade de viver e se temos medo da morte é porque queremos viver e não morrer.Eu tenho medo da morte mas quero viver e se ficar sempre a pensar na morte não vivo.
As mais sinceras melhoras.
=)
De Debora Camargo a 24 de Novembro de 2009 às 03:26
Eu tive sindrome do Panico. sensação</a> de morte imediata,fadiga,aceleração no coração,sensação de desmaio...Achava q ia morrer mesmo.
Mas consultando um cardiologista ele disse q estava tudo bem meus exames e q eu estava sofrendo com Sindrome do Panico. .
Hoje com ajuda da Familia e principalmente Deus.
estou otima e Feliz...
desejo a todos superação .
De Daniele cristina a 29 de Março de 2012 às 14:46
oi, acho que o que acontece conosco e olhar para nossos filhos e começarmos a ter medo de não estar mais com eles, eu tmb passo por isso, mas a 2 anos atrás eu melhorei muuuuitooooo , não tenho nada e sei que Deus olha por mim, pense que vc tem que ter forcas maiores para passar segurança sempre para sua filha, Deus te abençoe
De Eliane a 20 de Janeiro de 2010 às 18:57
Helmi, somente hoje li o que você postou. Em fevereiro do ano passado comecei a ter os mesmos sintomas que você. Depois de peregrinar por vários médicos, fazer séries de exames e não descobrirem nada, um médico conhecido diagnosticou em mim a Síndrome do Pânico. Desde então tenho me tratado com um anti-depressivo, Apraz para dormir e muita leitura sobre o que é a síndrome e como controlá-la. Melhorei e muito e hoje posso me considerar quase curada. Procure um clínico geral ou psiquiatra, relate seus sintomas e pergunte sobre esta Síndrome.
Abçs e boa sorte.
De Alberico a 30 de Janeiro de 2010 às 21:34
Olá amiga.... sei mui provalvelmente o que tu sentes e o que tu tens (Medo de morer, suor, as vezes crises com palpitações, respiração ofegante, pensamentos fixos em idéias "derrotistas"; etc) . Há um estudo comprovado (ainda sem saber o motivo!) delineando a relação entre Síndrome do Pânico X Prolapso cardíaco da Válcula Mitral... Sabe-se que o Prolapso, é algo Sem muito perigo para a vida, e que ele acomete mais de 5 (cinco) por cento da população mundial , estando entretanto associado ao aparecimento e desenvolvimento de "outras" patologias, inclusive psicossomáticas , dentre as quais a "Agorafobia", "Síndrome do Pânico", etc. A Pessoa faz "todos" os exames, achando que tem alguma doença grave e o resultado não dá nada de mais e ass vezes não dá NADA mesmo... ...embora a pessoa saiba que tem algo errado com ela, pois sente os péssimos efeitos.... Leia mais sobre Síndrome de Pânico , OK??
De Beth a 9 de Fevereiro de 2010 às 02:27
Nossa parece que vc tirou as palavras de minha boca, sinto exatamente o mesmo.
Estou desesperada, choro todos os dias.
De Simone Silva a 20 de Abril de 2010 às 16:05
Olá, Helmi!
Encontrei este site exatamente porque quero superar o terrível medo da morte.
Sua descrição sobre dores e o Prolapso da válvula mitral poderia ter sido minha e com essas mesmas palavras, pois tenho sofrido de tudo isso.
Uma coisa que tem me motivado a superar este medo é a descoberta de Um Deus que me ama.
Pelo menos, hoje já tenho coragem de buscar formas para superar o medo que antes nem falar sobre isso eu conseguia.
Também tenho um casamento feliz, 2 filhos e trabalho, mas o medo de morrer ainda não consegui administrar.
Quem sabe poderemos conseguir um dia?
Vou deixar meu email, caso seja do seu interesse partilhar essas experiências na caminhada para a superação do medo da morte.

Um abraço fraterno,

Simone Rocha

De elaine a 9 de Agosto de 2010 às 01:07
nossa tenho 28 anos e parece que eu estou vendo minha historia faço tratamnto a 3 anos me sinto melhor mas as vezes vem aquele medo e volta minha crise ai vcs ja sabem o que acontece meus amigos sera que isso e para sempre.
De Insone a 25 de Janeiro de 2012 às 04:21
Procure ajuda psicológica, além da espiritural, é comum mulheres terem depressao depois do parto. Você não está sozinha.
De Yara a 16 de Fevereiro de 2013 às 23:20
Querida, o verdadeiro amor lança fora todo o medo, de acordo com biblia. Quando vc sentir medo, pense em Jesus e que Ele esta aí do seu ladinho, segurando sua mao, te dando um abraço e te protegendo! Ele está cuidando de vc querida irmã. Um abraço e fique com Deus.
De Juliana a 4 de Janeiro de 2014 às 17:52
Olha, eu também tenho esse medo, sinto isso todo dia ja faz quase 9 meses!
Tudo que vejo ou escuto me faz sentir que é um aviso que irei morrer..
Eu entro em pânico todo dia não aguento mais isso!!!!!!! Tenho muito medo de morrer, tenho 20 anos e amo demais minha vida, se alguém poder me ajudar ficareii eternamente grata!!!!
De Tiago a 12 de Fevereiro de 2014 às 21:52
Juliana, tente procurar uma missão pra você, se conseguiu cumprir, crie outra e assim vá vivendo. Tinha medo de morrer( tenho 24 anos) e fiz isso. Achava injusto que daqui a 100 anos eu não existisse mais e houvesse uma juventude com muita vida em meu lugar mas, resilvi isso quando percebi que eles vão tambem e assim todos vão um dia! Tiago Fernandes
De Camila a 14 de Maio de 2009 às 18:58
Ola Meu nome é Camila tenho 20anos...
Desde q tive meu filho a 1 ano atraz q tenho muito medo da morte, e de perder entes queridos e o fato de envelhecer também me aterroriza!!!
Meu medo é muito grande por não saber pra onde irei, oq vai ser quando estiver velha e não ter + minha mãe , e até o dia q ela se for.... Não sei oq fazer para acabar com esse medo já q faz 1 anos q sinto!

Por favor pode me ajudar?
De Mariagrazia a 17 de Maio de 2009 às 10:19
Cara Camila,

Pense na morte como um “renascer” para a vida. Procure dar novo sentido à sua vida, junto de seu filho que precisa de si para crescer e se desenvolver psicologicamente saudável.

Um abraço
De MARIO a 5 de Outubro de 2009 às 04:45
OLA,CAMILA! EU LI SEU DEPOIMENTO E PENSO QUE VOCÊ SE LIVRARÁ DESSES MEDOS QUANDO COMEÇAR A FALAR DELES MAIS ABERTAMENTE COM UM TERAPEUTA.PESSOALMENTE,NÃO GOSTO DE REMEDIOS MAS ADMITO QUE EM CERTOS CASOS ELES TE AJUDAM ATÉ QUE A TERAPIA COMECE A FAZER EFEITO. A MIM PARECE SEMPRE UM POUCO DE IMATURIDADE(NADA A VER COM SUA IDADE)TEM PESSOAS COM 50,60 ANOS ,IMATURAS...É O INVERSO....É MEDO DE VIVER....MEDO DOS PROBLEMAS,DO DIA A DIA....ENTÃO A GENTE SE PEGA EM UM PENSAMENTO COMO ESSES QUE TE TIRA DA RAZÃO SÓ PRA FUGIR E FICA PENSANDO QUE É MEDO DA MORTE....A VIDA ESTA AI...DIA APOS DIA....VOCÊ GANHOU UM PRESENTE...A VIDA....CURTA CADA MOMENTO,SABOREIE CADA MINUTO...A VIDA É RARA....OUÇA LENINE...ELE TEM UMA MUSICA QUE FALA LINDAMENTE SOBRE ISSO...VOCÊ É MUITO JOVEM...APROVEITE A VIDA...FIQUE TRANQUILA...APRENDA A RESPIRAR...OBSERVE A NATUREZA...ABRACE UMA ARVORE....DE VALOR A DETALHES...SEJA FELIZ...VOCE GANHOU DENTRE TANTOS ESPERMATOZÓIDES ESSE DIREITO...VOCÊ VENCEU....VIVA A VIDA
De winn a 29 de Agosto de 2013 às 14:29
Gostei muito do seu comentário, ajudou bem mais que os demais conselhos, inclusive o da psicologa (q pra mim, sinceramente, soou como um monte de blablabla)
De Carol a 19 de Maio de 2009 às 23:35
Olá,
Minha irmã está para fazer 11 anos próximo mês. Meus pais se separaram quando ela tinha 8 anos. E, mais ou menos do meio do ano passado para cá, ela vem agindo de maneira estranha (identifiquei alguns comportamentos como TOC - Transtorno Obsessivo-Compulsivo).
Ela, ultimamente, chora muito e tem medo que minha mãe morra. Ela também evita ficar com meu pai, mesmo quando ele tenta agrada-lá com presentes e levando-a em lugares legais (com ele, ela parece não se divertir).
A dois dias atrás ela chorou muito a noite, dizendo a minha mãe que chorava pq meu pai havia falado mal da mesma. Ontem e hoje ela se recusou a ir para o colégio e está chorando sem parar, fazendo com que minha mãe a leve para todos os lugares (inclusive ao trabalho), e mesmo assim ela chora com medo da morte de minha mãe (exclusivamente).
Estou muito preocupada achando que ela está entrando em depressão.
Agradeço a atenção!
De Mariagrazia a 17 de Junho de 2009 às 22:17
Cara Carol,

O medo da morte é comum no ser humano e muitas vezes é a base de toda a depressão. A sua irmã pode estar numa fase mais depressiva e por isso esse medo está mais forte. De qualquer maneira se continuar assim, o melhor é levá-la a uma consulta de psicologia para um diagnóstico.

Tudo de bom

De Flavia a 6 de Junho de 2009 às 04:01
Eu tenhu 14 anos meus pais sao separados , mor cum a minha mae, e ultimamente euu to tendoo muiitoo medoo de minhaa maee morrer ou de euu morrer , fikoo pensandoo como vai ser sem minha mae , minhaa mae é nova ainda , maiss to cum muiitoo medoo de perder elaa !
O que euu fasso?
De Mariagrazia a 17 de Junho de 2009 às 22:41
Cara Flavia,

preocupe-se com o presente e aproveite viver feliz com a sua mãe. Dedique-se aos estudos e ao enriquecimento da sua cultura.

Tudo de bom
De Aline a 12 de Agosto de 2009 às 14:24
Oi,tenho 18 anos,e tenho muito medo de morer e deixar as pessoas que eu amo aqui,estou em tratamento com psicologa e estou tomando anti depressivos a quase 1 mes e nao estou notando muita diferença.o que eu posso fazer para esse medo sair de mim? Eu me imagino sendo enterrada viva isso é algum sinal?
De Mariagrazia a 24 de Novembro de 2009 às 11:06
Cara Aline,

Tenha calma, com a continuação do seu tratamento vai sentir melhorias.

Um abraço e tudo de bom
Mariagrazia
De augusta a 11 de Janeiro de 2010 às 17:56
boa tarde
ha uns meses morreu um primo meu com paragem cardiaca e eu desde essa altura fikei com a sensacao que vou morrer a qualquer altura, da me uma tristeza enorme e ate durante a noite passo horas acordada com sensacao de dor no peito falta de ar e penso logo que vou ter um ataque. as vezes tento nao pensar nisso mas e dificil.ja fui de urgencia ao hospital e disseram ser ansia, fiz exames e nao acusou nada,mas nao consigo tirar isto da cabeca
De Mariagrazia a 23 de Janeiro de 2010 às 18:54
Cara Augusta,
Acontece que ficou traumatizada com a morte de seu primo. É tudo ainda muito recente, mas com o tempo vai superar.

Procure ter pensamentos positivos e ajude-se fazendo exercícios físicos, relaxamento, desporto e uma alimentação saudável.
De Lorenna a 4 de Setembro de 2009 às 15:19
Olá doutora...é incrível quantas pessoas tem medo da morte né? eu passei a sentir isso a alguns meses, nunca fui uma pessoa com medo e quando era criança era a mais corajosa de todas, ia ao terrero escuro da minha avó sem medo nenhum... mas de uns tempos prá cá, comecei a me sentir muito feliz com meu casamento, vou fazer 1 ano de casada, mas já anamorava à 11 anos, tenho 27 e namoro com ele desde os 15, e de repente comecei a ter muito medo dele morrer, parece que estou pressentindo alguma coisa, mas prefiro acreditar que não é pressentimento, que é neurose minha mesmo, sou uma pessoa muito ansiosa, vc acha que devo procurar um profissional? qual? mas ele só vai me dar uma remédio e pronto? preferiria reprogramar meu cérebro a tomar um remédio... obrigada
De Mariagrazia a 4 de Setembro de 2009 às 17:24
Cara Lorenna,

Segundo Yrving Yalom, psicoterapeuta existencial, angústia da morte é universal a todos os seres humanos, mas o importante e saber lidar com ela. Pode ler o livro “Um Olhar para o Sol” onde ele fala em como superar a angústia ou mesmo fazer uma psicoterapia para reorganizar o seu pensamento e as possíveis crenças e ideias erradas.
De Srta. Castro a 5 de Setembro de 2009 às 03:24
Boa noite. Tenho 26 anos e hoje senti algo muito estranho, surreal e desagradavel. Estava em um bar/restaurante com uma amiga q nao via ha meses e falando sobre a nova vida q terei ao lado do meu namorado, vou mudar de estado, tentar estudar.. e tdo está conspirando a favor da minha felicidade e ao lado do meu namorado. Quase tdo q que queria p mim eta acontecendo e a ficha ainda nao caiu. Porem, em um momento da conversa senti uma sensação, um presentimento horrível, fiquei um pouco atordoada e subitamente me veio uma depressao, um medo horrivel de morrer, pensando em tragedia q poderia ocorre comigo na min ha ida definitiva para o sul, onde irei morar daqui uma semana e meia. As vezes acredito mto q as pessoas q estao proximas de morrer tenham sensações... estou deseperada qto a esses sentimento horrivel de minha morte que esta batendo, estou com uma leve dor no peito uma leve impressao de taquicardiaca, me deu ate dor de barriga, qto a isso. me ajudem!
De Srta. Castro a 5 de Setembro de 2009 às 03:45
Continuação... Esqueci de mencionar que na última sexta feira faleceu uma conhecida minha muito querida e ela estava muito feliz com o nascimento do bebe dela. Lembro-me, também, que ha 2 anos ou mais um namorado de uma amiga que tive pouca convivencia, morreu e eu fiquei muito abalada, fiquei praticamente um mês sem dormir direito, dormia com a minha mãe...foram dois anos de muita tristeza e sofrimento para mim, o medo de morrer ou minha família nesta época era bastante intenso, eu estava depressiva e fiz aproximadamente dois anos de terapia por tdo que estava acontecendo ao meu redor. Este ano está sendo diferente, estou muito feliz com tanta coisa boa que vem me acontecendo e ha anos nao conhecia tal sentimento. Enfim, será que todos esses sintomas, sentimentos seja o conjunto de tdo isso que explicitei aqui?

Agradeço a atenção.
De Mariagrazia a 8 de Dezembro de 2009 às 10:35
Srta. Castro,

O medo da morte surge, segundo o filosofo indiano Osho, não por causa da morte, mas por causa da vida não vivida.
Pense na sua vida e organize mudanças positivas no sentido de crescer e melhorar cada vez mais a sua personalidade e o seu bem-estar.
De J. Henriques a 6 de Setembro de 2009 às 16:16
Olá doutora,
Antes de mais quero dar-lhe os parabéns pois criou um consultório online que dá imenso jeito para quem não tem a possibilidade de deslocar-se até si ou até outro consultório.
O meu problema é o seguinte:
No mês de Janeiro tentei terminar com a minha vida tomando comprimidos com álcool, nessa noite estava no meu quarto e comecei a sentir-me muito enjoada e comecei a vomitar. Começo a pensar no que tinha feito e a arrepender-me de tal modo que o que quis foi deitar tudo o que tinha consumido para fora, bebi um copo de água saturado de sal e vomito tudo o que tinha para vomitar. No entanto, começo a sentir uns calafrios e as pernas a tremer muito. Estava apavorada. Estava a morrer de sono mas como tinha medo de dormir e não voltar a acordar chamei a ambulância. Levaram-me para o hospital , onde me deram soro e me fizeram análises ao sangue. Estava tudo em ordem e mandaram-me para casa sem saber da minha tentativa de suicídio. A partir desse momento que tenho medo de me deixar dormir, dores no peito, no braço, nas costas sinto picadas, tenho dificuldade em respirar… tenho tanto medo que até estou a tentar deixar de fumar (o que não é nada mau). Depois de fazer tantos exames ao coração estou ciente que é tudo psicológico mas isso não me tira as dores e o medo. Já não sei o que fazer. Se me poder ajudar, com algumas dicas ou aconselhamentos agradecia-lhe imenso. A partir desse momento quero tanto, mas tanto viver que nunca mais tive pensamentos nem atitudes suicidas. Obrigada.
Com os maiores cumprimentos.
De Mariagrazia a 3 de Janeiro de 2010 às 17:21
Aposte na vida e aproveite o ano novo para redefinir seus objectivos.

O que sente está relacionado com sintomas de ansiedade e pânico e para ultrapassar procure descontrair.

Leia também dicas para combater ansiedade no blog.
Tudo de bom
De naninha_karolina@hotmail.com a 10 de Setembro de 2009 às 18:47
cara psicologa , tenho medo de moorre , falta de ar q meu coração, pare e uma depressão orrível e me de uma luz...
De Mariagrazia a 15 de Outubro de 2009 às 10:36

Só tem medo de morrer quem está vivo. Aproveite a sua vida e drible o medo com criatividade, força de vontade e pensamento positivo.
De nivaldo a 6 de Março de 2010 às 03:26
colega, também tenho muito medo da morte e quando estou só e paro para pensar na morte, que um dia ela vai vir, vai ser o meu dia, que vou parar de respirar, isso me da um calafrio, as vezes faço um teste, prendo a respiração até o ultimo...e quando volto a respirar, imagino se não fosse possível, isso me da medo.obs gosto muito de viver, vivo a vida intensamente, mesmo assim tenho medo de morrer.
De leandro pereira a 4 de Junho de 2010 às 19:32
Medo!
Medo do que? De morrer... Maior tolice discutida
Teremos sempre o medo, e nada mais
Não é medo de morrer, mas medo de não viver
Medo de não ter oportunidade, o medo da morte é apenas conseqüência da dor vivida.
Aquele que oportunidades surgiram não a teme como outros;
Pense sempre nisto e sempre tente viver o que sua vida tem a lhe oferecer...


Podemos brincar com a morte e dizer que ela é «deixar de pecar repentinamente», ou que «o medo da morte é o mais injustificado de todos os medos, porque não há qualquer risco de acidente para quem está morto» (Einstein).

Comentar post

Drª Mariagrazia Marini Luwisch
Psicóloga - Psicoterapeuta

Licenciada em Psicologia Clínica, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Brasil.
Equivalência, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Lisboa.
Membro Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Breves.
Membro Efectivo da Ordem dos Psicólogos nº 8372

Consultório:
Av. Luís Bivar 93, 6ºandar E
1050-143 LISBOA
Marcação de consultas:
213 146 274
914 749 474
ou
por email: E-mail

| Site Oficial

email:mariagrazia@sapo.pt

Parcerias e Acordos

ADSE
ADM
SABSEG
AXA
Cruz Vermelha Portuguesa

Visitas Online

Pesquisar

Perguntas recentes

Morte do filho

Dificuldade em engravidar...

Dispareunia - Dor na rela...

Por que trazer uma crianç...

Medo e imagens de morte

Avaliar namoro

Sindrome de Down

Apaixonada por outro

Medo sa solidão

FELIZ DIA DA MULHER!

Temas

relacionamento

depressão

traição

amor

sexo

medo

ansiedade

ciúme

separação

adolescente

casamento

psicologia

mãe

namoro

auto-estima

filho

infidelidade

sexualidade

trabalho

desejo

todas as tags

Artigos

Psicologia
Testes
Saúde
Exercícios
Dicas
Pensamentos

Citação do dia

Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Translator Widget by Dicas Blogger

Arquivo

blogs SAPO