Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Fingir orgasmo

Emiliano Di Cavalcanti

 

Boa tarde. Sou um homem de 32 anos casado há 3 anos com um relacionamento de 7, com um filho de 18 meses lindo k amo mais k tudo na vida.
 
Sinto-me completamente perdido psicologicamente. Passo a explicar: em certos conflitos dum casal surgem por vezes palavras mais “acesas” e numa dessas ocasiões a minha companheira disse-me que tinha fingido algumas vezes o orgasmo comigo… fiquei destroçado! Embora me tivesse dito que comigo teria fingido, mas que o prazer dela era enorme e que até estar comigo nunca tinha chegado ao orgasmo, com mais nenhum parceiro.
 
Sou uma pessoa bastante activa e aberta no que diz respeito a sexo e valorizo bastante o prazer da minha companheira, penso que ate se não fosse assim, me culparia mais por o que se está a passar. Valorizo também a verdade no seio do casal e como pessoa em procura dos meus problemas fiz varias pesquisas na net sobre o assunto, dai bastar para perceber que é natural as mulheres fingirem o orgasmo (devido a determinadas circunstancias) mas não encontrei a resposta para saber … e quando o parceiro descobre a verdade???
 
Desde então não consegui mais ter relações sexuais com ela…nem sei como a vou encarar se isso acontecer…como irei reagir no “meio” do acto??? O que devo fazer para ultrapassar esta situação que tanto me aflige? Talvez esteja a ser imaturo ou devesse então fingir que é algo natural mas não sei o que fazer… em causa está o meu casamento e a felicidade ate do meu filho, ele em particular sofrerá com a distancia dos pais.
 
Agradecia um conselho. Se lhe interessar poderá publicar esta questão sendo que muitos outros casais poderão precisar duma resposta, agradecia só e apenas a confidencialidade da minha pessoa.

Não se preocupe com o facto em si mas preocupe-se em melhorar a vossa relação e isso só poderá ser feita com diálogo e muito amor. Não a culpe por isso, nem se sinta ofendido em seu amor-próprio e nem na sua “performance” mas aproveite o ocorrido para construir e reforçar a vossa relação.
 
Segundo as pesquisas mais ou menos 70% das mulheres já fingiu ter orgasmo.
 
Entre as razões que levam as mulheres a fingirem está a dificuldade em atingir o clímax, além do medo de ferir o ego do companheiro e a vergonha em admitir que não chegaram a sentir orgasmo.
O facto de não chegar a sentir orgasmo, provavelmente, a faz se sentir culpada, incompleta, incapaz.
 
A solução para o problema é muita conversa. Se o sexo não está bom para uma das partes, isso deve ser falado. O outro não consegue adivinhar se o parceiro gosta ou não. Por isso, é importante sinalizar, ajustar os ponteiros, mostrar.
 
A comunicação é um caminho de duas vias. Os homens devem perguntar abertamente sobre sexo e o que as satisfaz mais. Elas, por outro lado, devem ser mais abertas para expressar o que sentiram e o que querem. Mas a ocasião melhor para o diálogo não é durante o sexo, pois isso pode perturbar o clima e acabar com o momento especial.
 
Confiança, comunicação, honestidade, amor e óptimo sexo são importantes para manter um casamento estável.


 

1 comentário

Comentar post