Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Filho com medo

 

Claude Monet

 

Dra.
 
Meu nome é Francisca, tenho 49 anos e tenho um filho de 9 anos que é tudo para mim, crio com muito amor, sem a presença do pai, que aparece raramente, Meu filho sempre apresentou medo, + do ano passado para ca vem apresentando mais, ele sempre dormiu em seu quarto agora não dorme +, não sei como lidar, como fazer ele vencer este medo de ficar sozinho dentro de casa? Se vai ao banheiro eu tenho que ficar olhando, fechar a porta nem pensar. Em Julho e fiz uma cirurgia e fiquei no hospital 3 dias ele ficou como minha família que é grande, em Outubro passei mal e tive que ficar internada 8 dias e foi de emergência, ele também ficou com minha família, quando voltamos para casa em que moramos os dois, ele começou estes problemas, ele tem enxaqueca desde oe 3 anos e as crise se intensificaram deste período para cá.
 
O que eu faço doutora? não posso obriga-lo a ficar em um cómodo sozinho e não sei como lidar com este medo dele. Desde que tudo começou ele dorme comigo.
 
Obrigada,
 
 
 
As crianças podem ter fases de medo: medo do monstro que está no quarto, medo de escuro, medo de um barulho desconhecido. Todos esses são medos comuns nas crianças por volta dos três a seis anos de idade ou mais.
 
São medos que ninguém sabe explicar de onde vem, mas que aterrorizam as crianças, pois elas possuem uma imaginação muito fértil e nós nem imaginamos o quanto essas coisas criadas por elas podem as assustar. Por isso,  precisa ter muita paciência, a palavrinha mágica na missão de ser pai e mãe. Deve conversar com a criança deixando-a expressar claramente todos os seus medos e sentimentos, assim vai ajudando a criança ficar segura e enfrentar sua fantasia. Se o medo for somente de escuro, deixe pelo menos um lugar da casa com a luz acesa, banheiro ou corredor até a criança dormir. Dar algum brinquedo que ela goste muito, um boneco, um ursinho é muito bom para fazer companhia à noite.

O que mais as crianças necessitam é da atenção, conversar com a criança na hora de dormir, ler uma história fará com que ela se sinta protegida e segura, assim os seus medos vão desaparecendo aos poucos.
 
Um abraço
Mariagrazia