Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Chorar

 

Boa noite Dr.ª Mariagrazia,

 

De forma muito resumida, actualmente choro por ouvir uma canção, por ver um filme, por ver uma novela, acordo durante a noite e choro. Por vezes só soluço e não controlo. Quero parar, acho completamente palerma em algumas situações, mas é algo que não controlo.

 

Verdade, que a minha vida teve muitas transformações a todos os níveis. A minha mãe faleceu há 2 anos devido a cancro. Eu estava a viver nos EUA, há 1 ano quando descobri e vim de imediato para Portugal e acompanhei-a durante todo o processo da operação, da quimioterapia até ao fim (6 meses). Sofri durante todo este processo, passei pela revolta, pela angústia, pelo sofrimento de perda e quando ela morreu, eu estava serena. Tive de enfrentar muitos problemas, entre eles, descobrir uma relação com o meu pai e ajudá-lo em tudo, esquecendo-me de mim. Mas fi-lo e hoje estamos bem.

Pela memória da minha mãe e respeitando-a, continuei a viver, comecei a namorar, juntei-me com o meu actual companheiro que amo muito e decidimos ter um filho. Tenho um bebé lindo de 9 meses, e estou muito feliz.

 

Por isso não percebo porque me dou no meu dia a dia a chorar (escondida de tudo e de todos). Disfarço bem. Estou a começar a ficar preocupada porque penso por vezes que o meu sentimento de perda da minha mãe não está resolvido como eu pensava, mas não sei o que fazer...

 

Peço ajuda.

 

Cara amiga,

 

O choro é uma forma de expressão dos sentimentos. A expressão dos sentimentos é saudável ao ser humano, desde que seja feita de forma adequada. A repressão das emoções pode gerar ruminações de pensamentos e sentimentos prejudiciais.

 

No seu caso, o choro pode ser devido a externar a tristeza e a saudade que ainda sente pela perda da sua mãe, bem como pelo sofrimento passado. O chorar escondida se deve ao fato que, infelizmente, na nossa cultura o choro é interpretado como um sinal de fraqueza. É evidente que o choro pode fazer bem, chore sem culpa. O choro, nesse contexto, poderá ajudá-la a se acalmar, e a ultrapassar esse luto.

Deve ainda contar que ainda está a passar por uma fase de mudanças e um período de stress, com um bebé pequeno que necessita da sua atenção constante.

 

Procure se alimentar bem e descansar conforme o seu bebé permita, para conseguir se recuperar convenientemente.

 

Um abraço e tudo de bom

Mariagrazia