Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Cansada de viver

30.jpg

Tenho 19 anos e não tenho apoio dos meus pais. Minha mãe tem problemas com bebida e está doente no momento, descobrimos que esta com DPOC (Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica) por conta do cigarro.

Meus pais são separados, não tenho contato com meu pai porque ele me expulsou da casa dele esse ano ainda, sem motivo algum.

Minha mãe não liga para o lado afetivo e já tentei abrir-me e conversar, mas ela nunca me escuta.

Meus amigos mais próximos mal mandam mensagem. Eu e meu namorado acabamos de terminar. Já tive anemia e tenho depressão. Já senti vontade de cometer suicídio diversas vezes.

Não uso nenhum tipo de droga, nem bebo. Terminei meu ensino médio o ano passado e estou cansada de procurar emprego e fazer entrevistas e nunca me chamarem.

Estou cansada de depender dos outros e eu me sinto incomodada demais em ver que até para comer preciso das pessoas porque eu não tenho nada. Eu estou literalmente esgotada e cansada de tudo e agora mais que tudo quero sumir.

 

Cara Leitora,

Precisa ter forças e lutar para conseguir um emprego. Nada é fácil, mas se manter a motivação e força de vontade vai conseguir.

Pense na vida e na sua saúde psicológica.

Aqui algumas dicas de auto-cuidado:

  • Se está tendo pensamentos de suicídio: conte para alguém. Converse com um membro da família, amigo ou professor de confiança. Se para si for difícil falar com alguém diretamente, escreva seus pensamentos e deixe alguém lê-los.
  • Ligue para o telefone de prevenção de suicídios ou de crises. Faça acompanhamento do problema com uma visita ao seu médico ou a um centro de saúde local.
  • Procure um terapeuta, psicólogo ou psiquiatra.

 

Aposte na vida e nunca desista de seguir seus sonhos!

Um abraço