Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Bloqueio sentimental

9.jpg

 

Ola Drª,

Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo blog, que é muito interessante onde tive a oportunidade de me identificar com muitos casos. Gostaria de colocar o meu caso em especial, e requerer se possível uma opinião a respeito dessa situação.

 

Eu acredito que esteja com bloqueio sentimental, eu tenho problemas para sentir amor para com os outros, antes eu conseguia forçar essa situação, agora nem isso consigo mais, está tudo muito estranho gostaria de saber sua opinião.

Já sofri sim por amor, mas tenho certeza que já superei todas essas experiências

 

Caro Leitor,

O amor é um sentimento que surge espontaneamente e não pode ser forçado. Se não sentiu mais talvez seja por não ter surgido, embora possa estar travado por medo de sofrer.

 

O bloqueio emocional é um mecanismo de defesa no qual o inconsciente oculta memórias de dor para evitar o sofrimento. Quando isso acontece, entretanto, a situação dolorosa não deixa de existir: ela passa a se manifestar de maneira inconsciente, refletindo negativamente na vida da pessoa sem que ela perceba.

Tratar um bloqueio emocional é um processo difícil, pois as memórias precisam vir à tona para que possam ser ressignificadas internamente. A experiência vivida não mudará, mas a pessoa poderá dar um novo sentido àquela memória, fazendo com que cause menos dor.

 

A solução para o bloqueio emocional é reconhecer a emoção e liberá-la. Se não conseguir sozinho procure ajuda de um psicólogo para que possa trabalhar todos os seus traumas e ressignificar cada um até que esses bloqueios se dissolvam.

Fique bem

Bloqueio sentimental

Candido Portinari

Ola Drª,

Primeiramente gostaria de parabenizá-la pelo blog, que é muito interessante onde tive a oportunidade de me identificar com muitos casos. Gostaria de colocar o meu caso em especial, e requerer se possível uma opinião a respeito dessa situação.

 

É na verdade uma situação meio complicada, eu já sofri muito por problemas no campo amoroso e por muitas vezes me decepcionei com varias pessoas, desta vez, estou a passar por uma situação complicada, porque acabei a por causa dessas frustrações, criei um certo bloqueio de sentimentos e não consigo gostar mais de ninguém, uma vez que, nesse momento tem uma pessoa interessada em mim, e mostrando-se extremamente apaixonada e "apegada" a mim, e tudo isso tem me assustado, porque na verdade, acho que a pessoa está indo muito rápido, e não tenho nenhum tipo de afinidade com a pessoa, não consigo me interessar por uma pessoa que pela primeira vez me dá valor.

 

Será que poderia ter alguma relação entre o fato de anteriormente eu só ter sofrido e agora está criando esse bloqueio sentimental??

Gostaria de algumas opiniões nesse sentido porque de fato, a pessoa é mais velha que eu cerca de 18 anos (eu tenho 20 e ele 38). Mas não acredito que isso seja algo que influencie porque nunca me apaguei a essa questão de idade, acho que isso não influencia muito, mas não sei, gostaria de saber se poderia me ajudar!

 

Obrigado desde já!
Parabéns pelo seu trabalho!

Federico

 

Caro Federico,

 
O que me chama atenção no seu e-mail é quando diz: “não tenho nenhum tipo de afinidade com a pessoa”.
O amor para resultar numa relação precisa ser mútuo, caso contrário pode traduzir-se em desconforto.
 
Se não está apaixonado, a sua reacção é de afastamento, pode ser assustador e não se trata de nenhum bloqueio.
Pense nisso e não tenha pressa de encontrar um amor.
 
Mariagrazia

 

 

Traído pela mulher

 

 

Olá, descobri o teu site a procura de consolação

 

Eu vivo com a minha mulher a 9 anos, mas casamos oficialmente a 4 anos. Descobri que vem me traindo a 4 anos. Descobri isso já vai um mês. O trabalho dela exige muitas viagens, e usava as viagens de trabalho para os encontros com o amante. As vezes ela inventava as viagens. Eu tinha muita confiança nela. Ela demonstrava muitos ciúmes de mim e controlava me muito. As vezes eu me ofendia com isso, porque sempre fui fiel a ela. Temos duas filhas

 

Agora que descobri isso estou muito abalado e com muita dor. Ela também esta abalada com a minha descoberta e diz que me ama e pede perdão.

 

Já estou a um mês sofrendo muito. Perdi o interesse de tudo. Sinto me muito em baixo. Na verdade sinto que nem sei como se perdoa, vivo um pesado. Não sei qual seria a cura para isso. Dói me muito sabendo que a mais de 4 anos venho compartilhando a minha esposa com alguém. Quando olho para ela sinto nojo. Ela para mim perdeu até valor como pessoa. Até detesto qualquer mulher que vejo na rua. Estou Doente, o que faço?