Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Problemas com a mãe

renoir30.jpg

 

Olá bom dia..estou passando por problema há anos e estou num ponto que não aguento mais....minha mãe me sufoca..ela sempre me falou coisas desagradáveis.

 

Ela parece que não gosta de mim..tudo que eu faço ela sempre coloca defeitos...quando criança me chamava de estrume..inferninho...sempre me coloca pra baixo. ...me chamava de burra..burralda...e hoje sinto que não tenho auto estima alguma...sempre acho que sou pior que os outros...acho que sempre mereço menos..e não consigo me valorizar. ...não sei mais o que faço...sinto que estou depressiva e não consigo melhorar.

Quando cometo algum erro ela sempre me lembra...parece que quer que eu fique me lastimando.

Obrigada

 

Cara leitora,

De forma geral, o relacionamento entre mãe e filha é marcado por movimentos de separação e de aproximação, de busca de diferenciação e descoberta, de similaridades, de encontros e desencontros. Conflitos existem, mas podem ser minimizados em prol da manutenção do relacionamento.

 

O problema é que a sua mãe provavelmente não percebe que a está a prejudicar na sua auto-estima e pensa que é assim que se educa. Não me disse a sua idade mas penso que em primeiro lugar precisa se colocar na posição de não se deixar desrespeitar. Aprenda a fazer valer as suas ideias e fale com sua mãe exigindo respeito. Só assim é que é possível haver um diálogo normal entre mãe e filha. Fazer pequenos reparos para ajudar está certo pois afinal mãe é mãe e gosta de exigir dos filhos e principalmente da filha por sentir uma certa rivalidade, mas é preciso haver educação e respeito.

 

O principal é não se sentir rebaixada mas agir com segurança e autodeterminação, afinal é com erros que fazemos as experiências importantes para a vida. Tente não dar tanta importância aos reparos, valorize-se e foco no seu crescimento pessoal.

Um abraço e tudo de bom

 

Homossexualidade

 

Gostaria de saber se o homossexualismo é uma questão genética ou adquirida pra poder resolver problemas pessoais. Obrigado...