Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Acolhimento de criança

 

Boa noite, gostaria muito de colocar a seguinte questão:

 

A nossa família está decidida a associar-se a uma instituição de acolhimento de crianças, como Família Amiga, para que quando possível possamos trazer uma das crianças a passar o fim-de-semana connosco, para que possa ter acesso a experiências e estímulos diferentes.

 

No entanto tenho uma filha de 4 anos, que valoriza muito o papel da família especialmente o papel da mãe. Ela está entusiasmadíssima com a vinda de uma criança pequena para nossa casa durante um fim-de-semana.

 

A minha questão é:

* Como explicar o aparecimento desta criança em nossa casa sem a sua família?

* Devemos esconder o passado dramático da criança ou não?

* Devemos levar a nossa filha à instituição para buscar e levar a criança ou não?

 

Uma coisa temos a certeza, queremos promover a felicidade desta criança nos dias em que esta estiver connosco e gostávamos muito que a nossa filha interiorizasse o sentido da nossa acção, sem conhecer em demasia o seu passado.

Como transformar tudo isto em algo simples, para a nossa filha?

 

Muito obrigada

 

A melhor atitude é agir com naturalidade, dizer sempre a verdade e explicar de maneira simples que vão buscar uma criança que está a viver um período na instituição, separada dos pais biológicos por motivos da impossibilidade destes estarem com ela. Evitar explicar e perguntar pormenores sobre o passado da criança, deixando apenas que elas aproveitem juntas a alegria do momento presente.  

 

Se lhe convier, não vejo problemas que ela vá junto buscar a criança.

Tudo de bom e parabéns pela iniciativa!