Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Grávida e traída

 

Tenho 18 anos e sou casada há três anos, estou grávida há três meses, mas há um mês descobri que meu marido estava me traindo, nos separamos por uma semana mas ele implorou para que eu voltasse, quase sofreu um derrame e foi parar no balão de oxigénio de um hospital jurando que não me traiu.

 

Mas nada me convence do contrario ele ficou estranho, distante, não me deixava tocar no telefone dele, e numa noite por acidente eu consegui pegar o telefone na hora que caiu uma mensagem e ele imediatamente tomou da minha mão, mas eu consegui ver o inicio da mensagem que dizia "e ai gatinho, vem aqui hoje...." ele imediatamente por mais que eu pedisse apagou todas as mensagens. Sai de casa transtornada, e convencida da traição para completar a mulher é conhecida, ele trabalha transportando ela e outras pessoas, ele é motorista o nome dela de 8 letras foi abreviado em 2 letras na lista de contactos....

 

Coloquei os dois cara a cara e nenhum dizia a mesma coisa que o outro, não existia nexo entre as ideias nada que indicassem que estavam falando a verdade, sem

contar o silêncio, ele se calou e ela também diante das minhas acusações.....

 

Não sei o que fazer, voltei com ele mas estou morrendo aos poucos, um ódio tão grande vive em mim que as vezes não me importaria em vê-lo....

 

Cheguei a não gostar do meu filho por causa desse acontecimento.... Por isso peço ajuda....

 

 

O seu filho não tem culpa dessa situação. Não projecte nele o seu desgosto, a sua revolta e a sua decepção, para que não se culpe mais tarde de não tê-lo desejado e para que ele não sofra as consequências do desamor.

 

Esclareça com o seu marido. A deslealdade, a mentira, corrói a relação e ainda mais nesse seu momento que a família está prestes a aumentar. Não poder confiar na palavra do seu marido é muito doloroso. Se ele realmente a ama e quer continuar consigo precisa considerar ser autêntico, leal. O casamento é feito de respeito e cumplicidade.

 

Quando há traição, o ideal de casamento desmorona. A melhor forma de atitude é tentar analisar os factos. A partir daí repensar a relação e reorientar a vida, para que possa viver bem consigo própria e com o seu novo papel de mãe.

 

Tudo de bom e felicidades para a sua gravidez!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.