Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Filha adolescente

 

 

 

 

 

Exma. Sra. Dra. Mariagrazia

Venho por este meio pedir a V.Exa. aconselhamento para lidar com uma situação muito desagradável.
A minha filha tem 13 anos e frequenta o 7.º Ano de Escolaridade. Até à data tem tido uma avaliação escolar satisfatória, no entanto a partir do momento que começou a ser amiga de uma aluna que não estuda e tem 8 negativas, que só pensa em tudo menos em estudar, tem influenciado muita a milha filha. Já falei várias vezes com ela no sentido de que a amiga só a prejudica e o tempo perdido nunca mais será recuperado.....inclusive a amiga tem um irmão mais velho, com 15 anos que ela quer que a minha filha seja namorada dele.

 

Castigo-a imenso, falo com ela, mas aquilo que digo ela não respeita. Inclusive faltou a uma aula sem o meu consentimento, para ir para casa dessa amiga, tudo por sua influência. Está proibida de utilizar o facebook, mas mesmo assim, supostamente no intervalo das aulas teve acesso à internet na biblioteca da escola e entrou no facebook para escrever: O amor não escolhe idades, Amo-te Ivo (o irmão da "amiga"), que lhe anda a tramar a vida porque não tem outras amigas e a minha filha deixa-se levar, e tem medo dela.

 

Entretanto liguei para a escola para falar com o diretor de turma a pedir ajuda, como é que posso contornar a situação....disse-me para escrever na caderneta em como eu proibo a minha filha de andar com essa amiga no recinto da escola e que ia falar com elas as duas e dizer-lhe que é por minha imposição.

Algum conselho que me posso dar, pois sinto uma enorme frustração, uma vez que educo a minha filha para os bons caminhos, mas ela desrespeita os pais.

Agradeço desde já a atenção para com o assunto.

Com os melhores cumprimentos,
MM

 

Cara MM,

 

Proibir não resolve, só vai fazer com que ela faça mais coisas escondidas. A minha orientação é para que fique próxima dela para saber o que se passa. Deixe-a frequentar a amiga e o irmão, mas no entanto diga que não pode de jeito nenhum perder aulas ou deixar de estudar, ou ser má aluna por influência negativa da amiga. Quanto ao facebook deixe-a acessar mas com a sua supervisão e partilhe com ela, orientando e acompanhando, sobre o que convém e o que não convém colocar.

 

É uma idade difícil, na qual querem quebrar as regras e testar limites, mas precisa se manter firme  com alguns limites e regras. Vai ser impossível de proibir namoricos ou computador, portanto mais vale partilhar e ficar ao lado dela para saber o que se passa. O que sempre pode é castigar e não deixar sair se tiver notas negativas, portanto se quer mais liberdade que faça por merecer e se quer que a mãe confie nela precisa  ser  responsável.

Sei que não é fácil ,mas tente negociar com ela.

 

Para tornar-se adulto, a adolescente precisa passar por sua crise dentro da família para conseguir organizar-se fora dela. Por isso, os pais precisam ser continentes e apoiá-la sempre que precisar.

 

Tudo de bom

Mariagrazia

 

 


 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.