Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Relacionamento amoroso

 

 

 

 

Boa Noite Doutora Mariagrazia,

 

Venho por esta via requisitar a sua ajuda, com o intuito de obter um esclarecimento. 

 

Passando à explicitação da situação: Sinto-me demasiado fechado em relação às outras pessoas - mais particularmente, em relação ao sexo oposto. Sendo jovem, seria expectável que estivesse de braços abertos para encarar a vida e relacionar-me com  os outros...mas sinto que não o estou a fazer da forma mais indicada. E sinto isto nomeadamente em relação ao sexo feminino. O que, digo eu, é de estranhar. Fisicamente não tenho qualquer défice de auto-estima e em termos de mentalidade também me considero um rapaz "interessante".

 

Basicamente, sinto que tenho potencial que não estou a saber aproveitar. Tenho dentro de mim capacidade para ser muito mais extrovertido e relacionável  mas não o estou a conseguir fazer. Sinto que me contento com as pessoas que já conheço e sou excessivamente elitista na hora de fazer novas amizades, o que acaba por me trazer barreiras. E são essas barreiras que eu gostaria de quebrar, com a sua ajuda.

Ajude-me a tornar mais sociável, mais aberto a novas relações interpessoais e se possível a ser mais bem sucedido no campo amoroso - uma vez que sinto um grande vazio no que a essa componente diz respeito, desde que terminei a última relação.

 

Garanto-lhe, que ninguém lhe ficará mais grato do que eu caso me responda. No meu mundo, talvez algo idílico, a gratidão e admiração valem muito. Espero que no seu mundo isso também se verifique. Desde já agradeço a atenção e reitero o pedido de ajuda.

 

Para se “tornar mais sociável, mais aberto a novas relações interpessoais e se possível a ser mais bem sucedido no campo amoroso” precisa ter paciência até encontrar a pessoa certa que fará “vibrar“ seu coração. Entretanto treine, treine, treine, só assim vai se sentir mais desinibido. E use as vantagens da introversão a seu favor: analise mais profundamente as informações, os desafios e estratégias de conquista.

 

E ainda:

Provoque discussões inteligentes e apaixonadas.

 

Assuma o controlo de sua própria interação com outras pessoas.

 

Aceite a responsabilidade de seu próprio comportamento e não tenha medo de pedir desculpas pelos erros de julgamento ou ações.

 

Sua comunicação não-verbal é tão importante como as coisas que você diz verbalmente.

 

Converta-se em um grande ouvinte.

 

E lembre-se que, melhorar suas habilidades sociais é um processo e não pode ser efetuado da noite para o dia. Aprenda a tirar proveito de seus pontos fortes, para obter um efeito positivo.

Maximize suas características positivas de personalidade e utilize-as em suas interações com os demais.

 

Assim, certamente, vai vencer as suas dificuldades e ainda deve ter em conta que só tem 18 anos e uma vida pela frente para se tornar mais sociável.

 

Tudo de bom

Mariagrazia