Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Imagem negativa

 

 

 

 

Meu filho tem 12 anos. Ele tem uma imagem muito negativa dele mesmo. Por mais que expliquemos que ele está se vendo muito diferente do que é: um menino muito querido.....ele não aceita.

 

Vai muito mal nos estudos e parece não aceitar ajuda. diz que vai melhorar mas não faz nada para ajudar...

O que podemos fazer?

 

 

 

Provavelmente essa é uma fase passageira relacionada com a entrada na adolescência.

 

A adolescência é um momento extremamente difícil para o adolescente porque implica grandes mudanças no organismo, principalmente ao nível hormonal. As transformações ocorrem em todo o corpo e geram preocupações e algumas incertezas. A aceitação do novo corpo implica um processo de construção de uma nova identidade, que origina mudanças bruscas de humor e de atitudes.

 

Para se compreender melhor a complexa fase da adolescência basta pensar, por exemplo em várias perguntas, que são aquelas que diariamente o adolescente coloca. Quem sou eu? Como me vejo? Será o meu corpo normal? Serei igual aos outros? Todas estas interrogações geram insegurança no adolescente e fazem oscilar a sua auto-estima. O aspeto físico na adolescência desempenha um papel importante, principalmente no grupo de amigos.

 

Ser popular e líder depende sobretudo de uma boa aparência física.

Proporcionem aulas particulares para ajudar nos estudos e entretanto ajudem-no a aumentar a sua auto-estima e tornar-se mais seguro de si.

 

Aqui ficam algumas dicas:

-Tente não criticar

-Não poupe elogios

-Aceite-o como ele é

-Lembre-se que o adolescente é sensível

-Encoraje-o a defender as suas opiniões e ideais

-Leve a sério as preocupações do adolescente

 

Tudo de bom

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.