Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Envolvimento e mentira

Boa tarde!
 
 Tenho 26 anos, em Março do ano passado envolvi-me com um rapaz, comecei por sair com ele, apresentei-o a amigos e por fim à minha família. Ele passou a frequentar a minha casa diariamente, a passava praticamente os fins-de-semana todos comigo, embora nunca me tivesse apresentado ninguém da parte dele coisa que eu achava estranho.
Em Junho descobri o que achava ser impossível, ele era casado, o nome primeiro nome dele não era o verdadeiro nome e não morava onde dizia. Acabei por investigar a vida dele até que descobri que tudo o que eu tinha vivido com ele até ali era uma mentira, os pais não eram médicos como ele dizia, ele não tinha o emprego que dizia ter, nada era verdade... 
Não compreendi porque me mentiu e ainda hoje não compreendo pois para mim até seria mais fácil ele ser de uma família humilde do que uma família de ricos onde nunca me iria sentir bem.
Quando o confrontei com tudo, ele disse que começou por uma brincadeira mas que com o tempo se foi envolvendo e não tinha como acabar com as mentiras pois tinha medo de me perder, e que já não tinha nada com a mulher que viviam apenas na mesma casa.
 
Diz ter dois filhos coisa que não sei se é verdade, pois chegou-me a jurar mentiras pelos ditos filhos.
 
Pediu-me tempo para resolver a vida dele, e eu aceitei tudo, mas até hoje ele nunca me contou o que se passa umas alturas diz que quer ficar comigo, outras diz que vai voltar para a mulher, depois diz que nunca me disse isso e que se disse foi para me provocar. Tem alturas que me fala bem tem outras alturas que praticamente não me fala. Sei que trocou de casa mas porque descobri não porque ele me tenha contado, agora diz ter hepatite crónica e andar a fazer exames no hospital.
 
Sinto-me confusa sem saber o que pensar por isso resolvi escrever, quem sabe possa ter uma resposta para mim alguma ideia pois sinto-me mesmo perdida.

A sua me parece mais uma questão de insegurança do que sentimental. De qualquer maneira do ponto de vista psicológico o mentiroso procura valorizar-se pela mentira e, frequentemente, ele próprio acredita nas mentiras que conta e a mentira passa a ser verdade para ele. Quando alguém mente está revelando que algo dentro de si não está bem. Psicólogos relacionam a atitude à baixa auto-estima ou ao ímpeto de tirar vantagem. Por trás da mentira há um apelo, uma defesa, um sintoma ou uma compulsão ou a pessoa pode estar em busca de afirmação por meio de uma falsa capacidade.

Uma coisa é certa: a verdade é a base da sanidade mental.

Se quiser se relacionar com ele tenha muita cautela e cuidado.

 

Mas qual a sua motivação para estar com ele? Porque será que escolheu envolver-se com um homem que mente? Gosto de aventura? Tendência para ser detective?

 

Felicidades

Mariagrazia



Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.