Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Sentir emoções

61.jpg

Olá, me identifiquei muito, eu escrevi um poema enorme sobre isso, quando leio choro e não sei porque.

Eu sentia muita raiva constantemente e não entendia, era como algo crescendo dentro de mim, sentia às vezes como se tivesse duas de mim dentro de mim mesma e isso me incomodava às vezes e outras vezes não, e essas vezes eu não ligava ou me sentia superior e tratava muitos mal sem me importar com o que sentiam.

Passei anos por isso, então numa noite eu me entreguei para uma luz e falei para me preencher, no outro dia eu parecia uma criança, eu senti certas coisas que não sentia há anos, e era incrível eu estava supersensível, qualquer tom diferente eu chorava, era tudo como se fosse a primeira vez.

Fiquei com muito medo de voltar a ser como antes, me sentindo superior às vezes e também com uma raiva extremamente grande.

Com o tempo eu parei de sentir certas emoções e as sinto raramente, agora eu sinto muita indiferença para muitas coisas, e como se fosse aquilo e pronto sabe...sem me incomodar, espernear nem nada...eu ainda sinto certas coisas.

Eu não tenho irmãos que sejam de pai e mãe, apenas de mãe ou apenas de pai, na época de raiva e sem sentimentos um avô de um de meus irmãos faleceu e era como se eu não me importasse, eu não sei...e recentemente mais 2 avós de outros morreram e sem a raiva para mim era como se fosse isso sabe... e como se eu me conformasse mais rápido que as pessoas, às vezes eu não sinto falta das pessoas, da minha família, mas outras pequenas vezes eu sinto como se fosse saudade.

E eu amo poucas pessoas, é difícil eu considerar alguém meu amigo. Sou muito resistente a dores físicas também, às vezes me perguntam se está doendo e não sinto nada. Fiz uma queimadura solar de segundo grau e todos ficaram preocupados e querendo me entupir de remédios, mas eu não sentia dor, só sentia se encostasse na bolha maior, e isso além de parecer que as pessoas estavam se preocupando mais do que eu.

E mais uma coisa, não me importo se não acreditarem, mas vou falar, eu consigo mudar o que eu sinto só querendo mudar, seja dor física, prazer, lágrimas, indiferença. Se algo me afeta e muitas outras coisas, sejam elas emocionais ou físicas, vou dar exemplos de física também...quando bato ou faço algo que dói eu simplesmente fecho meus olhos e me concentro naquele ponto, fazendo ele parar de doer.

 

Cara Leitora,

As emoções fazem parte do mais importante sistema de processamento de informação do organismo e tiveram a sua origem na história evolutiva das espécies, trazendo vantagens de sobrevivência.

Apesar de o corpo ser o "palco" das emoções, alguns indivíduos não conseguem perceber a repercussão das emoções e acabam por perder a capacidade de integrá-las às suas experiências. Em psicologia chama-se de ausência de awareness, ou seja, da incapacidade de simbolizar a experiência corporal.

Essa capacidade também pode ser perdida em função de processos evitativos generalizados. Como exemplo de emoções que costumam ser evitadas ou não simbolizadas, temos a raiva e a tristeza. A incapacidade de regulação emocional está presente em indivíduos que sobrerregulam (que controlam a emoção excessivamente) e perdem a capacidade informativa da emoção e naqueles que sub-regulam a emoção (e sentem-se invadidos e inundados por ela).

Se quiser mudar algumas atitudes, consideraria uma ajuda especializada, para que possa entrar em contacto com as suas necessidades emocionais não atendidas e dores mais centrais, e assim poder gerar novas emoções, além de criar novas narrativas a partir das experiências emocionais vivenciadas.

Tudo de bom

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.