Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Depressão de verão

Dra. Mariagrazia Luwisch,
Após ter lido o artigo sobre "Depressão", escrito pela Drª Maria José Costa Félix, para o Sapo Mulher, cuja introdução começa com a seguinte frase "É no final das férias e durante o Outono que se regista um maior propensão para o aparecimento das depressões…", sorri para mim própria e pensei que mais uma vez devo andar ao contrário da "corrente" e que afinal a atmosfera climática, neste caso as estações do ano, trazem mudanças não só no estado do tempo mas também no estado da alma.

Pois bem, no meu caso é no inicio da Primavera e isto de há alguns anos para cá, que se instala a depressão se é que lhe posso chamar assim, pois na verdade não consigo arranjar um único termo que a classifique, mas vários, tais como: desânimo, falta de energia, ansiedade, alguma irritabilidade e dificuldade de ultrapassar as contrariedades normais da vida. E isto tudo dura ao longo dos meses, uns dias de uma forma mais intensa do que outros, até ao início do Outono, onde regressa a energia, a vontade de fazer coisas, o optimismo e a satisfação de estar viva!

Tenho uma vida que se pode considerar "normal" e até comparada com outras, poderá mesmo dizer-se que tenho muito motivos para ser feliz, embora já tenha vivido alguns episódios traumáticos no passado, que apesar de não esquecidos estão apaziguados e foram esbatidos ao longo do tempo com outros muito gratificantes.

Portanto se a minha vida é fácil de levar durante os 6 meses de Outono/Inverno, porque não o é nos 6 meses de Primavera/Verão? Afinal eu até gosto tanto do Sol!

Gostaria de acrescentar a seguinte informação: tenho 41 anos e sou hipertensa, contudo está controlada com medicação.
Ficaria grata se me pudesse dar alguma orientação na tentativa de conseguir resolver esta situação que me provoca um sofrimento desgastante.

Com os melhores cumprimentos.
Joana


Cara Joana,

parece que a sua mente relaciona a chegada da primavera, do sol,  do Verão  com período de tristeza, o que pode estar relacionado com algum trauma do passado. O que aconteceu no seu passado coincidindo com a época do Verão?

A Joana mostra pelo que escreve que é uma pessoa sensível e pode ser que essa sensibilidade na mudança de estação influa no seu estado de humor. Será que sente solidão, que fica mais patente nos meses de Verão quando  sente as pessoas mais fora de casa, à luz do sol e mais longe de si?

 

O que poderá ajudá-la é fazer alguma coisa para si nessa época, alguma coisa que lhe dê prazer e que a ajude a melhorar o humor. Porque não pensa em fazer exercício físico? Sabe que o exercício físico beneficia o corpo e a mente? Ao lado disso poderá ter ideias de fazer um novo curso, dedicar-se à pintura, culinária, etc. Organize-se para fazer algo novo, de inédito e pense positivo, pois o pensamento tem uma influência directa no cérebro e vai melhorar o seu estado de ânimo.

 

Se mesmo assim ainda se sentir deprimida procure a ajuda de uma psicoterapia, para compreender a origem da sua tristeza e superá-la com sucesso.



 

5 comentários

Comentar post