Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Criança com atraso de desenvolvimento

 

DRª,

 

Neste momento não posso pagar uma consulta privada; mas gostaria de pedir uma opinião.

O Edgar tem 9 anos é uma criança com um atraso de desenvolvimento global, tem hiperactividade e suspeita-se de uma futura dislexia fonológica. É medicado com RITALINA LA 20MG. É acompanhado por um neurologista pediátrico, um professor de ensino especial e uma terapeuta da fala. Assim como um programa educativo individual estando no 3º ano, não sendo uma criança agressiva mas com mas uma concentração baixa, teve uma grande evolução no 1º e 2º período, durante as férias descansou da Ritalina e tem vindo a recair e com uma auto-estima muito baixa, pegando em objectos cortantes dizendo que se mata porque ninguém gosta dele. Tem bastante apoio e acompanhamento tanto em casa como na escola, mas agora eu pergunto-me "Não seria conveniente ele ser acompanhado por uma psicóloga?".

 

Obrigado pela atenção e aguardo contacto.

Com os sinceros agradecimentos

 

A.R.

 


Cara A. R.,

 

Não convém sobrecarregar a criança com terapias excessivas. Me parece que ele está bem encaminhado. Convém no entanto ficar atenta e se sentir que esses comportamentos se agudizem será necessário também um acompanhamento psicológico.

 

De qualquer maneira procure não ficar ansiosa. Ele estando medicado e apoiado estará bem e a sua ansiedade poderá se reflectir negativamente no comportamento dele. Procure agir com naturalidade, cuidando é claro, mas sem exageros. Quanto mais lhe der autonomia e confiar nele, melhor evoluirá na sua auto-estima, que está muito relacionada com o que, os outros e especialmente os pais, pensam de nós.

 

Um abraço e se precisar volte a me escrever.

 

Fique bem

Mariagrazia



120 comentários

Comentar post

Pág. 1/5