Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Traído pela mulher

 

 

Olá, descobri o teu site a procura de consolação

 

Eu vivo com a minha mulher a 9 anos, mas casamos oficialmente a 4 anos. Descobri que vem me traindo a 4 anos. Descobri isso já vai um mês. O trabalho dela exige muitas viagens, e usava as viagens de trabalho para os encontros com o amante. As vezes ela inventava as viagens. Eu tinha muita confiança nela. Ela demonstrava muitos ciúmes de mim e controlava me muito. As vezes eu me ofendia com isso, porque sempre fui fiel a ela. Temos duas filhas

 

Agora que descobri isso estou muito abalado e com muita dor. Ela também esta abalada com a minha descoberta e diz que me ama e pede perdão.

 

Já estou a um mês sofrendo muito. Perdi o interesse de tudo. Sinto me muito em baixo. Na verdade sinto que nem sei como se perdoa, vivo um pesado. Não sei qual seria a cura para isso. Dói me muito sabendo que a mais de 4 anos venho compartilhando a minha esposa com alguém. Quando olho para ela sinto nojo. Ela para mim perdeu até valor como pessoa. Até detesto qualquer mulher que vejo na rua. Estou Doente, o que faço?

 

 

 

 

 

Imagino que sofreu uma grande desilusão e sofre ainda com isso. O sofrimento é normal e necessário, nos faz pensar, crescer e evoluir. Só o tempo lhe trará algum conforto.

 

Entretanto procure não se atormentar. Traições acontecem e nem sempre terminam uma relação. Se puder tente perdoá-la e tente uma reconciliação e reiniciar "vida nova".

 

Vocês tem duas filhas e antes de tudo tente um entendimento quando se sentir mais forte.

 

Caso se senta "doente" por muito tempo procure uma terapia para ajudá-lo a elaborar e ultrapassar essa situação sem desenvolver bloqueios contra as mulheres.

 

Fique bem

Mariagrazia

 

1 comentário

Comentar post