Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Medo de ser mãe

 

Paula Rego

 

Cara Doutora,
 
Chamo-me S. e tenho 25 anos, recentemente deparei-me com a palavra gravidez queria muito ser mãe mas tenho um medo terrível ao parto em si, às vezes, sinto-me a pessoa mais estúpida do mundo por duas razões: A primeira porque ainda nem sequer estou grávida e a segunda porque devo ser a única mulher do mundo a pensar assim, sei que toda a gente tem esse receio mas daí a sonhar com isso e dar por mim a pensar no horrível que pode ser o momento é angustiante.
 
Gostaria de saber a sua opinião sobre estes meus devaneios ou não quem sabe.
Obrigada.

 


Cara S.
 
O medo do parto é comum nas mulheres que nunca tiveram filhos e sendo assim seus devaneios tem razão de ser.
 
O médico dr. Deepak Chopra diz que é normal, quando a mulher estiver pensando sobre o trabalho de parto, ter sentimentos, ao mesmo tempo, de medo e de entusiasmo. A sabedoria é reconhecer que a vida consiste na existência dos opostos. Quando a mulher se cerca de pessoas que lhe dão apoio e cria um espaço seguro ao redor de si, ela tem condições de entrar em contacto com sua sabedoria interior. E ao deixar de lado o julgamento de si mesma, pode abraçar sua força e sua vulnerabilidade, sua determinação e sua inclinação de se render.
 
Geralmente ao se falar de parto sempre se foca o lado dramático e os perigos. Nada melhor para perder o medo do que leituras, informações e estarmos conscientes sobre o que é o parto.
Com a gravidez é importante também haver uma boa preparação para o parto para ajudar a viver esse momento com menos ansiedade e assim a futura mãe poderá sentir uma maior confiança e viver esse momento com maior serenidade e plenamente.
 
Ser mãe é uma responsabilidade e como tal exige uma preparação.
 
Um abraço e tudo de bom
 
Mariagrazia


 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.