Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Pensamentos auto-destrutivos

 

Pablo Picasso

 

Olá
Vi um site seu na net e achei que devia contactá-la.
Eu sei que isto pode parecer estúpido, mas eu só preciso de um conselho.
Já não sei o que fazer...já não me reconheço. Tenho 19 anos e só estou à espera que a minha vida acabe.


Não consigo desabafar com ninguém, odeio isso! Não consigo estar frente a frente com alguém e contar o que me vai na cabeça.
Toda a minha vida vivi num inferno, não se como me aguentei até agora, mas neste momento não consigo mais.
Só penso em morrer, e não posso contar a ninguém porque chamam-me doida!
mas não percebo, acho que a minha vida melhorou, mas não consigo esquecer tudo o que passei e cada vez que me lembro dá-me vontade de gritar, chorar, explodir, morrer, sei lá.


Só sei que não consigo continuar assim por muito mais tempo. Enervo-me com tudo, chego ao ponto de ter medo de mim própria.
Descontrolo-me e não sei do que possa ser capaz de fazer.
Sinto-me tão mal...

 
Agora sei que preciso de ajuda mas não consigo. Não consigo falar a ninguém conhecido.
Não quero ir ao médico, não faz sentido fazê-lo, porque afinal não é como partir uma perna.
Só me apetece chorar, passo a vida a mandar cabeçadas nas paredes e murros, não me parece que isto seja normal.
Não consigo aceitar ajuda, o que se passa comigo? Estou assim há muito tempo mas agora piorou e não consigo aguentar mais.
Eu sei que não me pode dizer muito mas talvez me saiba dizer algo que eu nao saiba.
Se tiver algo que me queira dizer...agradeço.
obrigada

 

Viva,

 

Acontece que está com pensamentos auto-destrutivos, talvez como forma de esquecer ou se redimir dos seus incompreensíveis distúrbios psicológicos. Para poder melhorar precisa se tratar e procurar ajuda de uma psicoterapia para se compreender melhor e perceber a origem do seu sofrimento. Confie em si e procure ajuda e vai ver como vai conseguir melhorar a sua auto-estima, a sua segurança e consequentemente a sua vontade de viver e gostar de si.

O ser humano é muito flexível e capaz de se recuperar de todos os males e com a sua jovem idade, com determinação e bons propósitos vai certamente conseguir.

 

De qualquer maneira precisa confiar em si própria. Enfrente as suas dificuldades e lembre-se que a possibilidade de mudança está em si.

 

Tudo de bom

Mariagrazia

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Anónimo 22.07.2019 19:37

    Querida, lamento muito mas vou ter que dizer isto, com base no que eu entendi no seu comentário: a merda já está feita. A relação ta terminada e ele provavelmente já seguiu em frente. Você também tem que seguir em frente. Você é muito nova, namorou muito nova, óbvio que nessa idade ninguém tem juízo para manter um relacionamento. Acho que você se apega demais ao passado. Você gostou dele e ta sofrendo um desgosto, ok, isso é ruim, mas não é o fim do mundo. Homem, mulher, relacionamento não é tudo. Experimente coisas novas, estude, trabalhe, explore suas amizades e conheça gente nova. E procure um psicólogo. O jeito que você ta não é saudável. Tenho um primo que já se divorciou há anos e tem um filho dessa ex-mulher que já é pré-adolescente. O homem não arruma jeito na sua vida, só quer beber e esteve desempregado. Minha tia avó, a mãe dele, sofre pelo jeito que ele ta, e ele é um homem já de 40 anos. Com um filho, porra. Enquanto isso, a ex-mulher seguiu com sua vida e teve novos relacionamentos, e ta cuidando do filho. Você quer ser trouxa e idiota a esse ponto? Não. E vai haver um dia que ce vai se arrepender de ter deitado fora seu futuro por ter vivido no passado. Você fez merda ou ele fez merda, não interessa. Já ta feito. Você não pode voltar atrás. Pode é aprender com essa situação e amadurecer, para não cometer o mesmo erro ou tolerar o mesmo erro num futuro parceiro. Mas você tem que desencanar! Não vale a pena ficar remoendo no passado. Me desculpe se estou sendo frontal em modo hardcore, mas acho que você precisa desse chapadão para acordar dessa melancolia e começar a VIVER. Perdi recentemente uma pessoa da minha família que amava muito para o câncer, uma doença horrível, e mesmo assim tou tentando seguir em frente, porque sei que era isso que essa pessoa queria que fizesse, e recuso a me deixar morrer também! Minha tia morreu com 55 anos, bem nova, minha avó enterrou uma filha e minha mãe uma irmã. Mesmo assim, a vida tem de continuar. Se nós estamos seguindo em frente, você ainda mais capacidade tem para seguir em frente, ja que seu desgosto não envolve morte. Vá a um psicólogo e faça algo com sua vida, para que você não morra afogada em remorso. Minha tia morreu, mas ela fez os possíveis para viver como queria e para aproveitar ao máximo.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.