Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Empoderamento feminino  

90.jpg

Empoderamento é a "capacidade de o indivíduo realizar, por si mesmo, as mudanças necessárias para evoluir e se fortalecer".

Segundo o dicionário, empoderar significa “conceder ou conseguir poder; obter mais poder; tornar-se ainda mais poderoso.” Paulo Freire foi o primeiro a traduzir o termo para o português e para ele empoderamento é a “capacidade de o indivíduo realizar, por si mesmo, as mudanças necessárias para evoluir e se fortalecer”.

Assim, podemos definir o empoderamento feminino como o movimento em que a mulher toma poder para si, ao buscar fortalecer-se e promover ações pela igualdade de género. Também podemos considerar o empoderamento feminino como uma maneira da mulher tomar as rédeas da sua própria vida, tomar as suas próprias decisões e fazer as suas próprias escolhas.

O empoderamento feminino não é apenas um movimento interno da mulher, é um movimento social, para que este movimento seja realmente efetivo e assim se conquiste a igualdade de género, é necessária a contribuição de todas e todos. É necessário que toda a sociedade participe e passe a empoderar a mulher seja na família, trabalho, escola etc.

 A ONU Mulheres criou uma cartilha de 7 princípios para o empoderamento das mulheres:

  1. A liderança promove a igualdade de género: estabelecer liderança corporativa de alto nível para a igualdade de género.

 

  1. Igualdade de oportunidades, inclusão e não discriminação: tratar todos os homens e mulheres de forma justa no trabalho, respeitar e apoiar os direitos humanos e a não discriminação.

 

  1. Saúde, segurança e fim da violência: garantir a saúde, a segurança e o bem-estar de todos os trabalhadores e as trabalhadoras.

 

  1. Educação e formação: promover a educação, a formação e o desenvolvimento profissional das mulheres.

 

  1. Desenvolvimento empresarial e práticas da cadeia de fornecedores e de marketing: implementar o desenvolvimento empresarial e as práticas da cadeia de suprimentos e de marketing que empoderem as mulheres.

 

  1. Liderança comunitária e envolvimento: promover a igualdade através de iniciativas e defesa comunitária.

 

  1. Transparência, medição e relatórios: mediar e publicar os progressos para alcançar a igualdade de género.

 

Mulheres, sejam protagonistas da própria vida!

Feliz dia da mulher!

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.