Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Mãe narcisista

72.jpg

Bom desde que eu entrei na pré-adolescência, quando eu estava com 12 a 13 anos minha mãe começou a mudar muito o comportamento dela comigo. Se tornou muito agressiva e controladora, no entanto no começo eu, e toda minha família me fazia acreditar, que era só cuidado. O tempo foi passando e ela queria controlar tudo, desde amizades, aplicativos que tenho no meu celular, até mesmo a cor da caneta que eu devia usar nos estudos.

Desde então desenvolvi pensamentos suicidas, que pioraram muito agora em época de pandemia. Além de me desprezar e diminuir tudo que eu faço, ela tem muitas brigas com meu pai, chega a ameaçar a gente de morte e tudo, inúmeras vezes tive que ficar entre eles para que ela não o machucasse. Essas situações acabaram desenvolvendo crises de ansiedade que eu tenho muito frequentemente.

Agora tenho 17 anos e tudo piorou mais ainda, além de querer controlar tudo, ela me proíbe de ver meu namorado e meus amigos, e me obrigada a viver essa situação de abuso emocional.

Sempre que tento contestar que a vida é minha, sempre que eu me oponho a opinião dela ou tento falar sobre meus sentimentos sou repreendida e ela me chantageia, falando em tirar meu celular (que é o único meio pelo qual consigo ter contato com alguém além dela)ou até mesmo me bater.

Muitas vezes sofri agressões por diferentes motivos, desde divergência de opinião até pelo relacionamento dela com meu pai, que ela sempre me culpabilizou pelos problemas. Em um momento que não fiz o que ela queria, ela me bateu e me fez ficar aproximadamente uma hora embaixo da água gelada do chuveiro, para que eu “acordasse para a vida”. Isso nunca vai ser apagado da minha mente.

Xingamentos como “vagabunda” “puta” entre outros, viraram rotina e por mais que eu tente não ligar é muito difícil ouvir isso da pessoa que devia te amar e te proteger

Não tenho como pedir ajuda pra minha família, porque ela sempre faz eles acreditarem que tudo que ela faz é cuidado e que eu sou uma filha ruim por isso sou punida.

Isso anda me machucando muito, está desgastando meu psicológico e meu relacionamento. E me sinto sem saída.

Obrigada, M.

Cara M.,

As pessoas narcisistas têm grande necessidade de admiração e acreditam que são muito especiais. Os narcisistas sentem-se no direito, não têm empatia, frequentemente têm inveja das outras pessoas (e acreditam que os outros os invejem) e anseiam por status e poder elevados.

Ter uma mãe narcisista, não é nada fácil. E nem sempre temos a mãe que queremos.

Tente proteger-se para não ser castigada. Use a sua criatividade para dar a volta e conseguir o que deseja.

Pensamentos suicidas não trazem nada de bom, muito pelo contrário, são destrutivos. Procure ter pensamentos construtivos, que aliviem seu sofrimento e tragam mais bem-estar a si própria.

Não dê tanta importância ao que a sua mãe diz, mas procure sempre exigir respeito. A sua mãe deve estar com problemas psicológicos e não tem inteligência emocional para gerir a situação.

 

Pense em si e construa o seu futuro escolhendo de estar bem.

Tudo de bom