Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Medo e pânico

renoir34.jpg

 

 

Eu tenho 12 anos e passo por medo e pânico. Sou muito ansiosa, tenho dores de cabeça frequentes, tenho medo de tudo e à noite eu não durmo sem minha avó.

Maria Fernanda

 

Cara Maria Fernanda,

O medo é um sentimento intrínseco ao ser humano, tal como a alegria ou a desilusão, por isso é normal todas as pessoas terem medo. O medo faz parte da aprendizagem, e constitui uma parte importante do desenvolvimento da pessoa.

 

O medo de dormir sozinha está relacionado com um sentimento de desprotecção e com fantasias erradas que no escuro criaturas estranhas estejam no seu quarto para te assustar.

 

Se até agora não aprendeste a enfrentar esse medo e não te sentes segura na tua cama é hora de começar. Para tal a melhor maneira é, criar a desejável habituação e usar algumas técnicas de adaptação. Para começar é importante teres um ritual para ir para a cama que te acalme, que te deixe tranquila, segura e autoconfiante.

 

Pensa que embora os medos sejam reais os monstros não existem. Ajuda-te criando alguns mecanismos de defesa e técnicas de relaxamento.

 

A coragem não é a ausência de medo: é sim saber enfrentá-lo. Partilha com teus pais os teus medos e discuta as possibilidades para ultrapassá-los.

 

Com algumas técnicas de relaxamento os medos não se apoderarão dos teus pensamentos. Na hora de ir dormir procura visualizar uma cena relaxante, como estar na praia, assistir a um pôr-do-sol ou a observar as estrelas. Isso vai ajudar-te a ter a mente ocupada afastando os pensamentos que te inquietam. Além disso é fisicamente impossível estar relaxada e assustada ao mesmo tempo.

 

Evitar excesso de televisão e aparelhos electrónicos durante o dia e manter-te desligada depois da hora de jantar é uma boa aposta.

 

No quarto deixa as portas e gavetas dos armários fechadas, para não dar azo à imaginação.

 

Começa desde já a criar hábitos saudáveis de sono e de adormecer e vais ver como a ansiedade e as dores de cabeça consequentemente também melhorarão e essas mudanças irão te acompanhar durante a vida.

 

Lembra-te que tens dentro de ti todas as ferramentas necessárias para reinventar o teu presente. Não quer dizer que seja fácil. Vais encontrar resistência a mudar e vais ter de lutar contra as tuas limitações, mas é isso que vai tornar-te mais forte.

 

Começa hoje a reinventar-te!

Um dia fantástico!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.