Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Medos e postura rígida.

18.jpg

Olá! Eu me chamo Diana e tenho 16 anos. Eu me sinto presa em meu próprio corpo. Não consigo agir com naturalidade. Uma pessoa que mora comigo, sempre diz que ando igual um menino, e não como uma menina. Quando tinha uns 10 anos, eu comecei a agir igual um menino, por ter medo dos homens e não queria que olhassem pra mim, eu tinha raiva quando olhavam. Eu agi dessa forma por muito tempo, eu não sou lésbica, não quero agir como uma menina masculinizada, mas parece que os traços masculinos que comecei a ter aos 10 anos em diante, permanecem. Eu sinto muita vergonha em andar na rua, eu que tenho que controlar meus braços, ando feito um robô. Eu me sinto muito mal com isso... Acho que sofro de ansiedade, pois além de tudo isso, sinto vergonha/medo de fazer qualquer coisa, a mais simples, torna-se a mais difícil. Parece que é difícil pra entender alguma coisa, sou muito distraída. Por ex.: abro uma porta, e sempre esqueço de fechá-la com a chave. Abro alguma coisa e não fecho... Parece que o meu raciocínio é lento... Eu sinto um medo constante de fazer qualquer coisa, medo de abrir e andar de guarda-chuva na rua, medo de copiar a lição em sala de aula... Eu sinto um medo constante de errar, e sempre acabo errando. Parece tudo dá errado, nada dá certo. Eu não me sinto bem perto de outras pessoas, eu não consigo me socializar direito com as pessoas, nem na escola... Sempre fico isolada, porque tenho medo de me julgarem e de eu errar alguma coisa... Eu preciso de ajuda, já cheguei até a pensar que tivesse Deficit De Atenção, pois tenho muito medo de errar, tenho medo de frustrações e não reajo bem a críticas, sempre me coloco pra baixo, sempre acho que sou incapaz, sou tão distraída, tão desligada... Será que devo passar em um psiquiatra? Eu não aguento mais ser desse jeito, presa em minha própria mente...

 

Cara Diana,

Sentir medo é natural e saudável e costuma nos proteger dos perigos e nos afasta de situações em que nos sentimos ameaçadas. Em excesso torna-se patológico. O medo constante de errar, de ser julgada e de não fazer as coisas as coisas bem-feitas prejudica a dinâmica da sua vida e como consequência acaba por errar. Procure dissociar, ou seja, estar distante emocionalmente do desconforto sem se perder no medo. 

Quanto à sua postura rígida e pouco natural, faça exercícios de Pilates ou Yoga e vai se sentir muito mais confortável com o seu corpo. 

Para uma ajuda mais específica procure um psicólogo que a conduza para um desenvolvimento emocional saudável. Cuidar de si e da sua saúde psicológica é um ponto de suma importância para superar seus medos e sentir-se livre no seu próprio corpo.