Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Casamento conturbado

 

 

 

Bom dia, Dra. Mariagrazia,

 

bem vou resumir o que tenho vivido, porque se for relatar tudo vou escrever um livro.

 

Estou casada há 16 anos, tenho uma filha de 15 e uma de cinco anos. Meu casamento sempre foi muito conturbado, porque meu marido bebe muito, sempre passou muitas noites na rua, bebendo. Já tive desconfiança de traição, mas nuca certeza, mesmo porque ele sempre se mostrou alcoólatra, chegava em casa completamente bêbedo. Entretanto em marco de de 2012, tive a infeliz certeza de que estava sendo traída. Desde então minha vida se tronou um inferno, tenho pedido a Deus pra me ajudar, pois esta a cada dia muito difícil. Quando descobrir joguei a casa no chão, o coloquei pra fora e uma semana depois ele me procurou-me pedindo perdão, aceitei o de volta e achei que a história tinha acabado. Mas infelizmente não acabou, ele continuava a me traindo com a mesma mulher.

 

Fiz outro auê, descobri quem era a mulher, uma mulher de baixo nível, horrorosa que falou até palavrão comigo. Me senti humilhada, ofendida, tentei tirá-lo da minha vida. Nessa confusão toda, ele se endividou,  me pediu mais uma vez para voltar, dizendo que se arrependia e que me amava, que amava a família dele, Estamos juntos hoje, eu com muitas marcas negativas, com um medo terrível de sofrer novamente, me expus muito diante da minha família e outras pessoas, inclusive dessa mulher com ele se envolveu.

 

O que eu mais quero é voltar a viver a minha vida e não a dele. Não sinto mais verdade nele, estou muito, muito infeliz, não consigo acreditar mais e nem sair dessa relação. Estou muito infeliz, com vergonha de mim, da minha família por não conseguir tomar uma atitude, que mude essa situação.

 

Grata M. 

 

 

 

Cara M.

 

A situação que está a atravessar é realmente muito complicada e entendo que se sinta muito infeliz e insegura.

 

Se sente que não consegue “nem sair dessa relação”, não saia. Significa que ainda não está preparada para o fazer e nesse sentido tenha calma e pense que talvez seja melhor esperar e resolver de uma forma mais ajustada.

 

Não se preocupe com o que o resto da família vai dizer ou pensar o importante é a vossa família. Deslizes acontecem e nem por isso é preciso acabar ou “ tomar uma atitude”. 16 anos de casamento não são para serem levados pouco à sério.

 

Dê um tempo e aos poucos vai sentir se consegue ou não voltar a confiar nele. Mas lembre-se que o importante é se preocupar com você os 4. De qualquer maneira fale com ele para que faça um tratamento para deixar o vício da bebida que certamente é o que mais está a prejudicar toda a relação familiar e a conturbar o casamento.

 

Converse com seu marido e diga-lhe tudo o que sente, ouça o que ele tem para dizer e tome a decisão que considerar mais correta para si.


Fique bem

Mariagrazia

 

 

 

Tentativa de suicídio

Suicídio, de Édouard Manet, 1877.

 

 
Bom Dia Drª MariaGrazia,
 
Venho por este meio solicitar a sua ajuda.
O meu marido teve uma infância difícil, a mãe abandonou-o, o pai era alcoólico teve que se virar sozinho.
Sempre foi impecável, sempre trabalhou e foi responsável com bons objectivos na vida.
 
O nosso casamento tem estado numa fase complicada já algum tempo, temos discussões com frequência e algumas vezes ele torna-se agressivo.
Posterior a algumas discussões ele tenta suicidar-se, toma comprimidos e já se pendurou na janela (9º andar) para se mandar. Pior disto, com os meus filhos assistir.
 
Qual deve ser a atitude a tomar quando uma pessoa se quere atirar da janela?Ele está claramente com problemas, qual é o problema dele?onde posso procurar ajuda uma vez que não tenho possibilidades de pagar um psicólogo privado?
 
Obrigado pela atenção!
Parabéns pelo pagina que é uma ajuda preciosa para tanta gente!
 
Agradeço que o meu nome não seja revelado no site.
A resposta pode ser publicada.