Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Ataques de pânico

Seraphine Louis

 

Estou a escrever no âmbito de me ajudarem na situação em que já decorre á alguns meses. Tudo começou á alguns meses quando me comecei a sentir dores no peito em que recorri ao hospital ao qual me disseram que estava tudo normal, algumas semanas depois começaram as tonturas. os desmaios e as “malditas” arritmias cardíacas recorri novamente ao hospital e reencaminharam me para um médico de família na altura o médico encaminho-me para um cardiologista, na altura fiz imensos exames ( prova de esforço; o mapa; electrocardiogramas; o holter ecocardiogramas etc.) e tudo normal; enervada por ninguém me diagnosticar nenhum problema voltei para casa.
 
Algumas semanas depois estava a caminho do almoço comecei a sentir falta de ar começaram logo de seguida o coração a bombear muito depressa e entro em pânico e com desmaios e a tremer sem parar, vou logo de imediato para o hospital novamente a mesma historia tudo bem sem nenhuma complicação e volto novamente para casa, mas desta vez foi diferente fiquei deprimida, chorava com sensações estranhas sem motivação para nada e foi a cama ( fiquei quatro dias na cama sem me levantar nem sequer comer, só bebia água só água porque a minha boca ficava seca ), então o meu namorado decidiu levar me novamente ao médico e graças a deus o médico diagnosticou me que não estava bem psicologicamente e receitou me uns anti-ansiolíticos. Entretanto fiquei bem mas sempre com receio de passar novamente pelo que passei, agora passado uns meses depois do acontecimento voltei a ter a tristeza a angustia e realmente não sei o que fazer porque nunca foi assim e agora neste preciso momento não tenho motivação para nada ando bastante deprimida. Tenho uma 22 anos tenho uma vida estável graças a deus, um namorado fantástico, uma família bastante equilibrada e fantástica e realmente não consigo perceber o porque de andar assim tão deprimida e desmotivada?
 
Obrigado pela sua atenção

Jovem com ansiedade

 

 

 

 

Boa tarde,
Sou uma jovem de 25 anos que sofre de ansiedade, já tive depressão e ataques de pânico no passado mas com medicação consegui ultrapassar e há 2 anos que não tomo nada. Quando estou em fases de mais ansiedade tomo umas cápsulas naturais de passiflora e tento controlar-me e relaxar.
 
Estou casada há quase 3 anos e eu e o meu marido estamos a pensar em ter um bebé, acontece que fiquei com uma ansiedade enorme, um medo de como a minha vida vai mudar e se eu não consigo ser uma boa mãe.
Sei que tenho que me acalmar até porque ansiedade não faz bem ao bebé, mas eu até nisso penso e depois se me der esses ataques de ansiedade quando estiver grávida e não poder tomar nada.
 
O que me aconselha a fazer?
 
Muito Obrigada