Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Desconfiança do companheiro

botticelli.jpg

 

 

Olá Venho contar minha história de traição, com uma imensa tristeza no coração. Sou L Tenho 17 Anos, comecei a namorar com o meu primeiro namorado, aos 13 Anos e passei um ano de namoro e logo me juntei a ele e fomos moramos juntos.

Nos primeiros meses de casados foram os melhores meses da minha vida, ele me fez sentir tão bem, tão confortável naquela vida que eu criei uma confiança imensa nele, fechava os olhos pra tudo, ele chegava e saia pra onde ele quisesse. E ai eu levei o meu casamento, até quando eu precisei dormir na casa da minha mãe, que minha sobrinha estava bastante doente. Ai nessa única noite esse meu marido, colocou uma garota na nossa casa, na nossa cama e dormiu com ela, ai no outro dia que eu voltei pra casa na maior inocência, ele agia naturalmente, como se nada tivesse acontecido.

Aí Minha mãe me ligou e me chamou na casa dela urgente, ao chegar lá ela me falou que "ao ir na padaria, viu uma garota sair de lá da nossa casa com uma bolsa" ele confirmou que tinha dormido com ela e tido relação aí eu muito magoada terminei com ele fui pra casa da minha mãe de vez, aí com um certo tempo mais ou menos uma semana ele ficou procurando-me, ligando-me, pedindo perdão dizendo que estava arrependido, aí eu perdoei com um pouco tempo depois ele  estava bem diferente com o celular, não me deixava mexer, nem me deixava chegar perto um certo dia eu vi umas mensagens no facebook dele de outras garotas, até mulheres que ele já tinha ficado eram várias delas, eu falei com ele e ele me disse que não tinha ficado, que era só conversa botou até defeitos nas mulheres, e mais uma vez eu aceitei, e hoje vivo com ele e com o tempo que passa descubro aquelas mulheres que ele chegou a dormir, isso me atormenta me faz desconfiar cada vez mais, eu não como, não durmo bem e me sinto sempre mal, não consigo confiar e estou sempre sofrendo, me ajude me sinto muito infeliz e preciso tomar uma atitude na minha vida até por que sou muito nova. Obrigada, Prazer L.

 

Cara L.,

Antes de tomar uma atitude convém ter uma conversa séria com ele sobre o vosso casamento. O diálogo é a forma mais fácil para o casal se entender. Pode ocorrer que por estarem juntos desde muitos novos, ele esteja sentindo a necessidade de conhecer também outras mulheres, o que explica o comportamento dele embora não justifique tal atitude.

Procure não se fixar nesse passado mas invista no vosso relacionamento presente. As insatisfações sexuais quando são sentidas podem ser expressas. É importante falar e encontrar soluções no contexto da vossa relação.

Investir num relacionamento só vale a pena quando as pessoas assumem quatro atitudes indispensáveis. Respeitam-se, compreendem, protegem e confia um no outro. Afinal ele pediu perdão e mostrou arrependimento e merece uma nova oportunidade.

A minha dica é para tentar apostar na relação e só desistir se sentir que não há ressonancia.

Um abraço

Afastar os homens

munch6.jpg

 

Boa noite doutora. 

Sou uma jovem de 28 anos, tenho um filho de 7 anos. 

Aos 14 anos sofri assédio por parte do meu pai e ele praticamente me violou. 

Desde que me conheço como pessoa nao me lembro de ter apresentado ninguém como meu namorado nem de ser apresentada como namorada de ninguém. 

Tudo o que vivi até agora foi sempre coisas passageiras. No início corre tudo bem mas depois afastam-se e querem apenas continuar a ter relações comigo e como fico carente e sinto-me sozinha acabou por aceitar o pouco que me podem dar. 

Sinto um vazio enorme no peito. Sinto falta de um amor. Alguém que me veja como sou e me aceite e me queira fazer feliz. Sinto-me tão sozinha. Sinto que tenho algo de errado que afasta os homens. 

Já não sei o que fazer. 

Cumprimentos

 Ma

 

Cara Ma,

A sua própria preocupação de que está a afastar os homens pode fazer com que se afastem.

O trauma que viveu, poderá ter alguma influência caso trate os homens com desconfiança ou com desagrado. Normalmente uma relação se desgasta em breve tempo quando não existe respeito e um sentimento forte de amor.

É fundamental que entre o casal exista amor e sintonia de sentimentos, com respeito, cuidado e interesses comuns.

Ao encontrar o seu grande amor, vai ver que a relação vai durar. O importante é não ter medo de não agradar, mas sentir-se segura do seu valor.

Um abraço

 

Confuso no casamento

Candido Portinari

 

 

Olá. Bom dia, estou casado há 24 anos, casei porque amava a minha mulher e ainda amo, sei que dexei muitas vezes dúvidas nela e alguns comportamentos meus confundiram-na ao ponto de não saber bem o que representava para mim, toda a estrutura afectiva dela foi abalada mas mais do que eu julgava. Estive fora e vinha a casa só aos fds, cansado tenho a noção aí também que mais eu mas ambos teremos falhado. Cheguei há poucos dias a casa desta vez para ficar e trazia um projecto de revitalização da relação disposto a recuperar e melhorar o casamento, mas quando cheguei encontrei a minha mulher estranha.

 

CONVERSAMOS SOBRE O ASSUNTO, confessou-se confusa e que um colega de trabalho lhe fazia a corte com comportamentos e frases que lhe agradaram e eu raramente lhe teria dito, sigo no entanto o meu plano de recuperação, mas ás vezes tenho dúvidas e precisava de um conselho abalizado para saber o e como proceder nesta situação um pouco angustiante. Refiro que estive fora por motivos de serviço, temos dois filhos bem sucedidos na vida.

 

Obrigado, aguardo com expectativa.

Esposa ciumenta

 

Dra. solicito que informe como proceder com o ciúme, desconfiança, implicação, cobrança de minha esposa.