Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Despersonalização/desrealização

54.jpg

Bom dia,

Espero que se encontrem bem.

Há cerca de 4 anos que os sintomas de despersonalização/desrealização aparecem em mim e desde aí os episódios são recorrentes (1x p/ano).

Há exatamente 1 semana estes episódios voltaram e não há sentimentos de melhoria, o meu estado de humor está bastante alterado e grande parte do tempo não me sinto bem em sair de casa, ir ao supermercado, ir dar um passeio, etc.

Já pensei em ir a uma consulta de psicologia / psicoterapia para ajudar neste transtorno, mas quero ir depois dos sintomas passarem.

Já não sei o que fazer, conseguem-me ajudar?

Caro leitor,

O transtorno de despersonalização, ou síndrome de despersonificação, é uma doença em que a pessoa se sente desconectada do seu próprio corpo, como se fosse um observador externo de si mesmo. É comum também haver sintomas de desrealização, o que significa uma alteração da percepção do ambiente que envolve, como se tudo o que está ao redor fosse irreal ou artificial.

Para tratarmos esse transtorno é necessário um acompanhamento psicológico.

Não espere o surto passar. Sugiro que inicie um percurso de psicoterapia o quanto antes.

 

Sensação de estar fora do corpo

mulheres1.jpg

Boa tarde! Quando fico muito nervosa, minha memória apaga; quando chega o ápice, tenho a sensação que estou fora do corpo (já me vi, como se eu estivesse atrás de mim) , ou maior do que sou, já cheguei a ponto de parecer que estou levitando no teto vendo meu corpo em baixo, em todas situações, me vejo fora, mas meu corpo continua como se eu estivesse dentro.

Entretanto quando chega a esse nível, não me lembro de mais nada depois, só me lembro destes flashes; isso começou a acontecer depois que tive depressão. Por favor, gostaria de entender. Grata

 

Cara leitora,

O seu distúrbio está, provavelmente, relacionado com o seu alto nível de ansiedade e como consequência da depressão. O que descreve é uma espécie de despersonalização. Esta é entendida como uma desordem dissociativa, caracterizada por experiências de sentimentos de irrealidade, de ruptura com a personalidade, processos amnésicos e apatia. Pode ser um sintoma de outras desordens como transtorno bipolar, transtorno de personalidade borderline, depressão, esquizofrenia, stresse pós-traumático e ataques de pânico. A despersonalização pode ainda surgir com o consumo de drogas, como Cannabis ou Ecstasy; mas há outras causas: esta pode desenvolver-se devido a uma exposição prolongada a stress, mudanças repentinas no contexto pessoal, laboral ou social, entre outros factores. A despersonalização encontra-se intimamente relacionada com a ansiedade.

 

A despersonalização associa-se, frequentemente, a outras perturbações mentais que necessitarão de ser tratadas ou é desencadeada por elas. Deve ter-se em conta qualquer tipo de stress relacionado com o início (instalação) da perturbação de despersonalização.

 

Como tratamento é eficaz a psicoterapia. A sensação de despersonalização desaparece, frequentemente, com o tratamento.

Procure ajuda e vai ver que vai sentir-se bem melhor e vai conseguir superar o seu problema.

 

Esquizofrenia e cannabis

colorido.jpg

 

Olá Dra, 2 meses atrás eu fui em uma festa e usei cannabis. (Foi a 3ª vez na minha inteira vida) Fiquei mal a noite toda, depois fui pra casa onde dormi e quando acordei já estava melhor. Estudei para a prova que eu teria no dia seguinte, fiz tudo normalmente. Quando foi na hora de dormir eu senti minhas pernas a terem calafrios, minhas mãos suavam, meu coração disparava, eu fiquei muito confuso, desnorteado, etc. Dai fui ver que poderia ser ansiedade. Mas sentia as coisas como se elas não fossem reais e vi que poderia ser despersonalização e desrealização. Mas depois eu vi que uso de cannabis poderia causar esquizofrenia e a despersonalização era um sintoma.

Então meu quadro de ansiedade foi aumentando cada vez mais. E comecei a achar que eu poderia ter câncer, e logo depois achei que tinha problema de personalidade (algum distúrbio) A seguir eu voltei a achar que tenho esquizofrenia. Agora meu ouvido fica muito sensível a qualquer barulho e estou sempre perguntando se alguém também ouviu o que eu ouvi, com medo de estar tendo alguma alucinação auditiva. Só que eu nunca tive uma, ou ouvi vozes, ou vi coisas, etc.. nunca tive nenhuma alucinação. Só que eu li que esquizofrénico cria paranóias de conversar com a TV ou rádio e agora quando assisto TV começo a ficar ansioso, vi também que esquizofrénico não olha nos olhos porque se sente incomodado e agora quando eu olho paro o olho de alguém eu fico ansioso também, mas sei que está tudo bem e que ninguém me vai prejudicar. Vi que esquizofrénico ouve vozes que dão ordem a ele, e aí vem uns pensamentos do tipo que eu fico com medo de olhar pra uma faca ou tesoura.

 

Cheguei até guardar uma tesoura numa caixa e esconder com medo de ouvir alguma voz. Será que eu estou ficando louco? Sinto que a despersonalização fica mais forte cada vez que eu tenho crise de ansiedade ou lembro de todas essas coisas. Mas eu acordo ansioso e durmo ansioso. Por favor me ajuda!!

 

Caro leitor,

Como não é usuário frequente de cannabis todas essas sensações estão, provavelmente, relacionadas com um excesso de ansiedade. O uso de cannabis pode dar sintomas psicóticos, que podem durar, por vezes, algum tempo, mas não provoca esquizofrenia. O que acontece é que se a pessoa tiver predisposição para esquizofrenia o consumo de cannabis poderá precipitar a doença. Portanto o consumo regular de cannabis pode induzir sintomas psicóticos principalmente entre pessoas predispostas ao surgimento de quadros esquizofreniformes.

No seu caso é a sua ansiedade que alimenta esses sintomas. No entanto apenas uma avaliação clínica especializada poderá avaliar um diagnóstico preciso.

Despersonalização

magritte27.jpg

 

 

Doutora, eu estive esse tempo todo tentando perceber o que se passava comigo. Eu tinha medo de falar com um médico pois tinha receio que ele me quisesse internar por estar maluca. Mas eu fiz algumas pesquizas na net sobre os meus sintomas e aponta a que eu sofra de despersonalização. Eu sinto minha cabeça vazia sinto me vazia parece que não estou presente. As vezes faço me questões tipo o que estou a fazer. Eu não tiro prazer do momento que estou a viver. Eu já não sei o que é sentir felicidade. Eu vivo frustrada com medos e com este problema. Que posso fazer doutora?

 

Cara leitora,

A despersonalização pode ser um sintoma de outras perturbações psiquiátricas

A despersonalização está intimamente relacionada com a ansiedade. Enquanto desordem isolada pode ser desencadeada pela vivência de uma situação traumática ou pode ainda despoletar-se no indivíduo se este atravessar um conflito interno insuportável: a mente passa por um processo inconsciente de dissociação - separa (dissocia) conhecimento, informações ou sentimentos incompatíveis ou inaceitáveis oriundos do pensamento (realidade) consciente.

 

Não tenha medo de falar com o médico. Para tudo tem remédio, o que é preciso é que tenha motivação para se tratar. Não é o caso de estar maluca, mas deve estar com algum problema psicológico, talvez relacionado com a ansiedade, ou com alguma grande tensão geradora de stress.

No seu caso há indicação de psicoterapia para trabalhar os conflitos e sua solução.

Procure ajuda de uma psicóloga para um diagnóstico preciso e inicio de um tratamento. Entretanto também pode ser que se trate de uma fase, uma de crise passageira. O importante é confiar em si própria e buscar uma ajuda efectiva.

Um abraço