Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Namoro complicado

 

Tarsila Amaral

 

Boa tarde Mariagrazia,

 

Namoro há 4 anos e estamos a passar por uma fase complicada, o meu namorado anda muito irritado. Todos os dias existem discussões, chego a casa descarrega em cima de mim, não lhe posso dirigir praticamente a palavra senão explode.

Não sei mais o que posso fazer para lidar com ele. Não consigo compreender o que se passa e porque é assim comigo. Num momento diz-me para sair da vida dele como logo a seguir faz completamente o contrário.

Estava a pensar juntar-me mas neste momento já tenho dúvidas. Passo os dias praticamente a chorar e desanimada.

 

Gostava de um conselho seu,

Obrigada

C.

 

Opinião e divórcio

Olá boa noite.

Gostava que viesse no blog para conhecer a opinião de outras pessoas.

 

O meu problema é o seguinte: vivo num casamento de quatro anos com um filho pequeno onde já não existe amor mas sim comodismo.

 

As discussões são frequentes e com alguma violência verbal por parte do meu marido.

 

Há algum tempo conheci um homem mais velho 11 anos que me dá valor e me faz sentir a mulher mais feliz á face da terra. Um homem que demonstra a toda a hora o amor que sente por mim. Um homem que eu amo tal e qual como é. Mas tem um problema: é casado. Ele sempre me disse que não me promete ficar comigo, que a vida dá muitas voltas, mas em todas as ocasiões e são muitas, ele demonstra que me ama. Indirectamente ele prova que só está á espera que eu me divorcie. Eu cheguei a uma conclusão: vou-me divorciar. E a iniciativa surgiu do meu marido mesmo sem saber do que se passa entre mim e esse homem. Mas eu vou aproveitar a oportunidade.

 

Eu já não consigo sequer beijar o meu marido, há mais de quatro meses que não temos relações. Embora eu diga ao homem que amo que o vou fazer principalmente por mim e que não me importo de ficar sozinha a verdade é que eu tenho esperanças que ele também se divorcie, o que já esteve mais longe de acontecer. Mas mesmo que isso não aconteça acho que é preferível ficar sozinha em vez de ter um marido que não me conhece nem me ama. No entanto não sei se estou a fazer o melhor para o meu filho.

 

Obrigado pela resposta.

 

Confusa

Amedeo Modigliani

 

 

Tenho 25 anos e namoro há 2 anos com um rapaz 2 anos mais novo. A nossa relação começou de uma pequena amizade que já existia há 3 anos.

 

O namoro correu normalmente até há uns meses. O interesse sexual diminui bastante e fazer amor é raro e da minha parte é como se fosse obrigatório. Já falámos várias vezes sobre o assunto mas nenhum de nós arranjar solução para isso.

 

Entretanto começamos a pensar ir morar juntos e iniciar uma vida em conjunto para podermos vir a casar, o que parece ter dificultado ainda mais as coisas porque temos discutido bastante e discordado muito um do outro. Nós não conseguimos estar um sem o outro, mas sinto que somos mais amigos do que namorados. Entretanto à uma semana que tenho sonhos variados com outro rapaz meu amigo, sonho que tenho uma relação secreta com ele, mesmo namorando com o meu namorado, são sonhos não só de cariz sexual, mas também de cariz afectivo.

 

Não sei o que se passa. Estou confusa no que sinto pelo meu namorado e pelo meu amigo. Será que isto será uma fase? Como devo lidar com estes sentimentos? Estou muito confusa preciso de um conselho profissional.

 

Obrigada pela atenção