Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Engravidar aos 45 anos

bosch10.jpg

 

Boa tarde Dr.ª

 

Há bastante tempo sinto uma angustia muito grande comigo, que me entristece muito.

Sou uma mulher de 45 anos mas perto de completar 46, tenho duas filhas de um casamento anterior.

 

Em 2008 conheci o meu atual companheiro que não tem filhos e adora mesmo muito as crianças.

Adotou as minhas filhas como se fossem as dele, mas eu sei que gostaria de ter filhos comigo, pois fiquei grávida 3 meses, mas abortei.

 

Confesso que na 1ª vez que fiquei grávida, não a desejei, pois o meu pensamento levou-me a pensar que ele iria deixar de gostar das minhas filhas e isso assustou-me, mas com o passar dos anos vi que isso não iria acontecer e a minha vontade de ter um filho é enorme, mas não consigo.

 

Sei que é a idade, mas não estou a conseguir aceitar, devido também à vontade do meu companheiro querer um filho.

Como gosto dele, neste momento o que me passa no pensamento é acabar com a relação, para ele encontrar uma companheira que lhe de esse filho.

 

Estou tão triste e confusa que certamente preciso de ajuda.

Gostaria de saber uma opinião da sua parte.

 

Melhores cumprimentos,

R.

 

Cara R.,

Acabar com a relação não é a solução mais acertada. Se estão bem juntos e gostam um do outro, não é a falta de um filho que vai estragar a relação.

De qualquer maneira se mesmo quiser engravidar ainda está em tempo, talvez com uma gravidez assistida.

Se está triste e confusa talvez seja indicada uma ajuda profissional para que possa elaborar as suas angústias e ansiedade.

Reflita bem antes de tomar qualquer atitude que possa vir a se arrepender.

Tudo de bom

 

 

 

 

Dificuldade em engravidar

 

 

 

Boa tarde

 

Não consigo deixar de estar triste, desde Abril de 2011 que tento engravidar e não consigo, já passei por uma fertilização in vitro com resultado negativo, não sei se tenho forças para fazer outro tratamento, sinto que o tempo se esgota. O meu marido já tem um filho, durante todo o ano sou mãe semana sim semana não, mas apenas nas obrigações.

 

Às vezes penso se não será melhor voltar a morar sozinha, ao menos assim acaba-se a esperança, mas acaba-se também o stress, a raiva e a ansiedade que me assola a cada mês e cada vez com mais intensidade. A mãe do meu enteado já tem outro filho, já ficou grávida e sem dificuldade depois de eu começar a tentar e já teve o bebé, os nossos amigos também, sem querer aconteceu e já nasceu o bebé. Assim como aqui no meu trabalho, engravidaram tiveram os bebés já regressaram ao trabalho e eu nada.

Não me apetece trabalhar, não me apetece fazer nada, falar com ninguém, conviver com ninguém, nem sequer festejar o Natal.

 

Amanhã tenho jantar com um casal amigo para conhecer a filhinha de tem 3 meses, escusado será dizer que não quero ir porque me causa sofrimento, mas o meu marido não compreende, nem nunca vai compreender e eu nunca vou quero ir porque me causa sofrimento, mas o meu marido não compreende, nem nunca vai compreender e eu nunca vou conseguir ser feliz. Só me apetecia desaparecer. Adormecer e não acordar mais. Deve ser por isso que tenho tanta dificuldade em adormecer.

 

Estou tão cansada.

 

 

Querida leitora,

 

Para engravidar vai precisar de calma. A ansiedade põe tudo a perder.

 

Quando uma mulher não consegue engravidar é normal ter uma sensação profunda de perda, ficar stressada, triste ou sem saber o que fazer. Procure não se recriminar por se sentir assim.  Encarar e aceitar o que está sentindo ajuda a suportar essas emoções e a pensar mais racionalmente.

 

Não se culpe pelo problema

Procure resistir à tentação de ficar zangada consigo. Esse tipo de pensamento negativo só piora a sua frustração. Quando  começar a ter esses pensamentos sobre o que "devia" ou "podia" ter feito, lembre-se que problemas de fertilidade acontecem.

 

Mesmo que tenha tomado decisões no passado e hoje se arrependa, já passou, não adianta remoer. Tente se concentrar no seu momento presente.

E o mais importante "esqueça", deixe acontecer, vai ver que quanto menos espera, acontecerá.

 

Se entretanto sentir que esse fato está a se tornar um problema e uma inquietude procure a ajuda de uma psicóloga para que a oriente e a acompanhe nessa fase da sua vida.

 

Felicidades

Mariagrazia

 

Dificuldade em engravidar

 

 

 

 

Boa tarde

 

Não consigo deixar de estar triste, desde Abril de 2011 que tento engravidar e não consigo, já passei por uma fertilização in vitro com resultado negativo, não sei se tenho forças para fazer outro tratamento, sinto que o tempo se esgota. O meu marido já tem um filho, durante todo o ano sou mãe semana sim semana não, mas apenas nas obrigações.

 

Às vezes penso se não será melhor voltar a morar sozinha, ao menos assim acaba-se a esperança, mas acaba-se também o stress, a raiva e a ansiedade que me assola a cada mês e cada vez com mais intensidade. A mãe do meu enteado já tem outro filho, já ficou grávida e sem dificuldade depois de eu começar a tentar e já teve o bebé, os nossos amigos também, sem querer aconteceu e já nasceu o bebé. Assim como aqui no meu trabalho, engravidaram tiveram os bebés já regressaram ao trabalho e eu nada.

Não me apetece trabalhar, não me apetece fazer nada, falar com ninguém, conviver com ninguém, nem sequer festejar o Natal.

 

Amanhã tenho jantar com um casal amigo para conhecer a filhinha de tem 3 meses, escusado será dizer que não quero ir porque me causa sofrimento, mas o meu marido não compreende, nem nunca vai compreender e eu nunca vou quero ir porque me causa sofrimento, mas o meu marido não compreende, nem nunca vai compreender e eu nunca vou conseguir ser feliz. Só me apetecia desaparecer. Adormecer e não acordar mais. Deve ser por isso que tenho tanta dificuldade em adormecer.

 

Estou tão cansada.

Cumprimentos,

M.

 

 

 

Cara M.,

 

Para engravidar vai precisar ter calma. A ansiedade põe tudo a perder.

 

Ao não conseguir engravidar é normal ter uma sensação profunda de perda, ficar stressada, triste ou sem saber o que fazer. Procure não se recriminar por se sentir assim. Encarar e aceitar o que está a passar, ajuda a suportar essas emoções e a pensar mais descontraidamente.

 

Não se culpe. Tente resistir à tentação de ficar zangada consigo. Esse tipo de pensamento negativo só piora as coisas. Quando começar a ter pensamentos sobre o que "devia" ou "podia" ter feito, lembre-se que problemas de fertilidade acontecem, não são culpa sua.

 

Mesmo que você tenha tomado decisões no passado e hoje se arrependa, já passou, não adianta mais ficar remoendo. Tente se concentrar no presente e nas coisas boas que virão quando o problema for finalmente superado.

 

E o mais importante "esqueça", deixe acontecer, vai ver que quanto menos espera, acontecerá. Aproveite o bom da vida!

 

Se entretanto sentir que esse fato está a se tornar um problema recorrente, procure a ajuda de uma psicóloga para que a oriente e a acompanhe nessa fase.

Felicidades

Mariagrazia