Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

37 anos e nenhum namorado

77.jpg

Quando conheço alguém é sempre alguém indisponível que mesmo com o passar dia meses só me querem ver ocasionalmente mesmo sabendo que essa não é minha intenção...O que eu posso fazer para mudar isso?

Sou amorosa, tenho boas intenções...sinto que tenho para dar e espaço para receber ...Tenho medo se aceitar isso como uma sentença e me fechar para vida ..Não acho que ter alguém seja algo dispensável...nunca sento prazer na solidão. E vivo triste há anos....

Cara Leitora,

Talvez seja só o caso de encontrar a pessoa certa no momento certo.

O primeiro passo é sentir-se feliz com  a  vida que tem, assim, quem entrar depois deverá somar e não subtrair esta felicidade.

Tenha autoconfiança. Uma mulher em busca do amor não deve estar desesperada, se não, acaba atraindo quem não quer em vez de conquistar o companheiro adequado.

Ao estar com alguem interessante, em vez de falar de si própria, pergunte sobre ele e escute mais do que fale, assim poderá conhecer melhor o outro.

Atenção para não ser muito pegajosa ou sufocar a outra pessoa. Procure não ficar obcecada com qualquer pessoa que aparecer na sua vida: sejam amizades ou relações amorosas. Não seja invasiva ao convidar para algum tipo de programa e não fique desiludida quando as coisas não dão certo. Cada pessoa tem o su próprio tempo e  precisa do seu próprio espaço.

Continue a etar disponível a conhecer pessoas!

 

Sair com amigos

Paula Rego

 

Cara Mariagrazia,

 

Eu tenho algumas dúvidas e incertezas em relação ao meu namoro: eu tenho namorado e amo-o de paixão, e de uma maneira geral sou muito liberal em relação a tudo... acho que cada um deve ter o seu espaço, os seus amigos, a sua vida, etc., independentemente de ter alguém ou não… porém, também acho que quando se tem namorado/a deve-se saber balancear bem o tempo entre um e outros... o problema é que acho que ele não sabe balancear bem o tempo... está comigo cerca de uma hora dia sim, dia não, e todas as noites (não há uma que falhe! seja fim-de-semana ou dia de semana) vai sair com amigos, ver filmes e jogar para casa de amigos, para o café, para aqui, para ali…. Não tenho nada contra que ele saia, até acho bem, tenho é problema em que seja todas as noites… eu peço para ele ficar algumas noites a falar comigo em casa, e ele raramente o faz… só esta semana, pedi 2 ou 3 vezes e ele não ficou nenhuma… não sei que fazer nem sentir, pois sei que ele me ama e essa não é a questão… mas sinto que está tudo à minha frente... já discutimos vezes sem conta acerca deste tema e ele não vê mal nenhum nisso, acha que é normal fazer o que faz, sair de casa cerca das 9 e meia da noite, ir divertir-se com os amigos, chegar a casa às 2h mesmo quando trabalha no dia seguinte, e pior, muitas vezes eu peço para ele vir mais cedo, tipo meia-noite ou 1h ou assim para falar comigo antes de eu ir dormir, e ele não vem… liga-me de casa dos amigos ou do café e nem consigo falar sossegada com ele pois há sempre muito barulho dos sítios onde ele está... que faço? Será que sou eu que estou errada aqui por pedir que ele me dê mais atenção algumas noites? Será que estou a sufocá-lo?