Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Traição da esposa

Edward Hopper

Olá,

 

Segundo ela, a traição não foi física, mas o certo é que começaram a trocar sms em Outubro de 2007 e em Junho do corrente ano, descobri tudo.

 

Ela contou-me que começaram a encontrar-se para tomar café, jantar e sair para almoçar, percorrendo dezenas de km para o efeito. Entre presentes e declarações de amor de parte dele, a minha esposa diz que nunca deixou de me amar mas certo é que se chegaram a beijar…

 

Não sei o que fazer, pois ainda a amo mas não consigo esquecer e pensar que ela poderá repetir a traição.

 

Já saí de casa mas queria reconciliar-me com ela, mas não sei como arranjar provas de que ela agora me fala a verdade.

 

Não sei como outros homens reagiram a uma situação semelhante, e gostaria que me ajuda-se, se poder.

Muito Obrigado

M

 

 

Esposa na casa dos pais

 

 

Exma. Dra. Maria
 
É a 1ª vez que vejo a vossa pagina e daí aproveito para fazer algumas perguntas, isto se me der autorização.
 
Há cerca de 3 meses , fui em trabalho ao estrangeiro por 3 dias e a minha esposa ficou em casa dos pais dela com a nossa filha de 4 anos , para não ficar sozinha em casa.
Quando eu volto, a minha esposa tentou regressar a casa e não conseguiu, dizendo, a tremer que não conseguia voltar para nossa casa por ter medo.
 
Então ficou em casa dos pais e durante os dias seguintes fui conversando com ela, quando ela me disse que sofreu muito com a minha ausência, sentiu solidão, já não tinha sentido na vida nem animo, se tivesse um buraco enterrava-se e que o amor por mim já estava enterrado.
Pouco meses antes senti ela mais magra e a evitar-me.
Estamos casados a 5 anos, demo-nos sempre bem, nunca discutimos alteradamente, nunca nos tratamos mal, somos calmos e pacientes, embora ela é muito fechada para as pessoas, isto é; fala pouco.
 
Eu neste últimos dois anos agarrei-me a 4 ocupações(part-time) pela luta financeira da vida e mal via a família, incluindo f.semanas.
Tenho lido muito sobre depressões e chego a conclusão que ela teve uma desilusão ou decepção familiar, e tudo indica ter depressão.
Apesar de eu estar a sofrer muito, estou calmo e paciente, esperando que ela melhore, com ajuda dos pais e irmãos dela aonde mora ha cerca de 3 meses.
 
Entre nós falamos calmamente mas só o necessário. pois ela está numa fase de negação. e evita conversas.
Ela não sai de casa dos pais, vai só para o emprego, não procura amigos, esta muito agarrada a nossa filha como sempre esteve. Diz se sentir bem em casa dos pais, mas sem animo.
 
Não veio buscar nada a casa, eu vou ver a nossa filha aos f. semana de 15 em 15 dias e alguns dias da semana, horários impostos por ela. ela quer que eu esteja com a filha mas não pernoitar.
Já me falou uma vez em divórcio.
 
Fui apanhado de surpresa, sempre pensei seriamente que o nosso casamento estava seguro. Não há outra pessoa na nossa relação.
 
Pergunto: será possível, a minha esposa dizer que não sente nada por mim? que não me ama e que não têm saudades ?
Será que já não me ama?
 
O que devo fazer para recuperar a minha esposa de volta?
 
Ela não aceita ajuda, diz não precisar, mas sei que dorme mal, não têm animo, mesmo no trabalho, não se veste toda bonita como era antes, ou seja acredito que tem uma depressão.
 
Quanto tempo pode durar? E como devo fazer para esperar por ela ?
Como devo ajuda-la, sabendo que ela não quer a minha ajuda ?
 
Abraço e Obrigado
 
V.