Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Personalidade forte

 

 Olá, tenho dois filhos com uma diferença de idade muito pequena, e reconheço que com uma personalidade muito forte, a mais velha que vai agora fazer os 4 anos, é muito autoritária, mandona e refilona, tudo tem que ser á sua maneira e ao seu jeito, caso contrário ela discute em altos berros, vendo-se que está nervosa, a principio achava-se piada a esta maneira de ser e cometeu-se o erro de ainda a picarmos mais, pois era engraçado ver um piolhito a discutir como gente crescida.
Parece incrível mas este piolho liga muito à aparência, exige escolher a sua roupa, e não tolera que as avós se apresentem na escola de bata ou fato de treino, são logo chamadas saloias, como quando vê alguém na rua de pijama leva logo com o mesmo nome.
 
Tenho-me imposto mas estou sozinha, o meu marido é motorista e só esta de semana a semana, acho que a presença paterna iria fazer efeito, pois sou eu a educar por um lado e como habito na casa dos meus sogros embora independentemente eles a deseducar por outro, deixa lá a menina, ainda é pequenina mas tarde ela vai entender.
 
O mais novo tem agora 2 anos e por tudo e por nada chora quando a vontade não é concedida, e de novo o deixa lá ele é tão pequenino, mas com uma mão lampeira tão grande.
 
O que fazer, quando não queremos que os nossos filhos sejam uns rebeldes de má criação do pior? Ou será que ainda são pequeninos?
E, parecendo que não mas este feitiozinho dos meus filhos é só no ambiente familiar pois na escola são crianças normais.
 
Obrigada