Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Diferença de idade

26.jpgTenho 56 anos e estou com pessoa de 35 anos. A relação começou há 7 anos, damo-nos super bem e amamo-nos. Vivemos a 200 km de distancia e nunca foi problema, ou ele vinha ter comigo ou eu com ele tidos os meses. Ele vivia sozinho, trabalhava, e fazia o diário da casa. Entretanto a loja fechou e foi para casa da mãe onde arranjou trabalho numa fábrica. Vida mais tranquila, está no sítio onde nasceu e com a família.

Esteve a viver com pessoa 6 anos em caldas da rainha, era mais velha, isto pelos seus 25 anos, separou-se e regressou às raízes. Como tem marcas na cara da acne da adolescência, tinha receio em lidar com raparigas, achava que ninguém olhava para ele, mas tem um fundo maravilhoso. A diferença de idade é um ponto que me metia confusão, mas ele é muito maduro. Em junho, disse-me que estava a sair com rapariga e que estava a gostar dela, mas amava-me e queria continuar, pois sou muito importante para ele e nunca se irá afastar. Sofri um impacto que não contava, sofri muito. Disse que aconteceu, mas não sabia o que iria dar. Não entendi, pois se ama, tantos anos e derrepente aposta em outra pessoa.

Continua muito presente, nas mensagens, todos os dias liga até hoje. Comecei a tentar perceber quem era, pois nunca é visto, ninguém sabe. Há pouco tempo criei perfil fake no instagram, para perceber quem seria, ele adicionou-me e descobri através de uns comentários públicos. Muito mais nova, vinte e tal anos. Ele nunca gostou das redes sociais, percebi que criou em abril, até me convenci que a tivesse conhecido por aí, pois ele vive em manteigas e ela é da Covilhã. Adicionei-a e meti conversa, ela disse que trabalhou em fábrica de burel em manteigas, mas não aceitaram o estágio. Percebi então que era a mesma fabrica onde ele trabalha. O meu perfil é de rapariga de 32 anos da Covilhã, auxiliar de fisioterapia. Só fiz isto para entender o que está na cabeça dele, nunca o irei dizer.

Ele fala neste perfil todos os dias e identifica-se como pessoa que gosta de viajar, conhecer sítios novos....ele não é assim, nem tem vida para isso. Ao falar de relações anteriores, fala da ex-companheira, mas de mim não. Conclui que o problema é mesmo esse, não consegue assumir, de certeza que será pela idade. Em sinto que ele me ama, só não entendo o motivo. Quando saio tem ciúmes, diz que afinal não foi nada para mim e que sofre. Mas voltamos sempre ao mesmo, não entendo o que ele quer. A net é novidade para ele, mas dá a impressão que anda á procura, pois a dita rapariga, não me parece que ainda estejam juntos e se estiveram mesmo.

Os meus filhos e amigos aceitam. Passamos sempre fim de anos juntos, este ano não, julguei que passasse com a rapariga mas não, fica no sítio onde está. Tenho casa lá perto e vou fazer fim de ano, de certeza que irá aparecer, mas quem ama gosta de estar com essa pessoa e não está a agir assim. Foram 6 anos sempre juntos nesta altura. Queria perceber o que fazer, ele sabe que espero, mas estou completamente baralhada. Sempre fui eu que pus ponto final nas relações, neste caso, fui trocada, embora ele diga que não.

Precisava mesmo que me ajudasse a perceber.

Cara Leitora,

eu não posso saber o que se passa na mente do seu companheiro. Posso pensar em algumas hipóteses como por exemplo que ele esteja sentindo necessidade de esperimentar um relacionamento com uma rapariga mais jovem ou mais próxima da idade dele, o que não faz com que ele deixe de gostar de si como pessoa que lhe deu segurança e apoio durante esses 7 anos juntos e com quem criou um afeto sincero. Pode ser, também, que ele se sinta mais maduro e pronto para novas experiências, apesar do complexo e ainda invente um perfil de uma pessoa que ele gostaria de ser mas não é ( ou ainda não é). Pode ser que esse comportamento inusitado seja uma experiência de auto-afirmação, de curiosidade, de procura de novidade, de mudança...A diferença de idade no casal pode trazer estas atitudes.

Se gosta dele, tenha paciência e espere para perceber melhor. É provável que ele  precise de si, do seu apoio e não quer que o abandone.

Tudo de bom

Diferença de idade

 

 

 

 

Bom dia, 

 

É possível um relacionamento dar certo com uma diferença de idade física muita grande (43 anos)? O meu medo é que ele mora primeiro que eu e eu ficar aos 40 anos sozinha.

Eu sofro muita em me tentar relacionar com alguém devido a separação dos meus pais e vejo a Imagem que homem não prestar. Mas mesmo assim sinto falta de alguém do meu lado.

 

Este atual relacionamento que eu estou sem saber se continuo ou não o que atrapalha é a diferença de idade pois ele me trata super bem, não tem filhos e eu sou estudante de Direito e ele é professor e tem outro emprego também nossa alma quando conversamos da muito certo  porém tenho medo de estar misturando isso por admiração estamos há 2 meses juntos e eu não sei o que faço da minha vida .(Ele é super conservado e nem parece ter a idade que tem e até mais animado que eu e me faz bem .)

 

Pode dar-me uma dica sugestão ou um conselho?

 

Obrigada

 

 

Diferença de idade

 

 

Marc Chagall

 

 

Muito boa noite Dr.ª!
 
Estou a viver algo novo na minha vida que nunca pensei poder acontecer comigo. Neste momento tenho uma relação com um homem muito mais velho do que eu. (diferença de 20 anos) Pensei que fosse um relacionamento efémero, como alguns que já tive, mas a verdade é que eu gosto muito dele, sinto um enorme bem estar a seu lado. Apaixonei-me por ele, gosto dele, mas há um grande constrangimento: a nossa diferença de idades! Ele tem um espírito jovem, temos interesses em comum, mas eu estou sempre a pensar na nossa diferença de idades que é enorme para quem nos vê. Não sei o que fazer.
 
Obrigada pela atenção dispensada,

 

A.M.