Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Trauma de infância

 

 

 

 

 

 

Olá... Vou definir oque acontece em meu casamento, meu marido tem um trauma de infância, pois viu sua mãe traindo seu pai em sua própria casa aos 13 anos, e não foi uma vez só e com isso ele acredita que todas mulheres são assim.

 

Já nos separamos uma vez por esta mesma situação, ele me ofende muito e eu não devo, oque devo fazer, temos dois filhos e nosso casamento irá acabar novamente por isso!!!

 

 

Cara leitora,

 

Quando o seu marido a ofende está a usar uma comunicação agressiva que só prejudica a relação e não constrói nada.

Se ele tem um trauma de infância, provavelmente não tem intensão de a ofender mas reage ao trauma dessa forma por incompetência em perceber a sua dificuldade.

 

Procure chamar-lhe a atenção em relação a esta situação.

 

Sempre que se sentir ofendida, fale com ele sobre o seu descontentamento com esse tipo de atitude e que gostaria que ele a valorizasse pelo que é e não pelos traumas do passado.

Diga ao seu marido que não gosta desse tipo de linguagem e que preferia que ele mostrasse o seu desagrado sem humilhações.

 

Com paciência, dedicação vai conseguir melhorar o seu casamento e se existe amor não vai ser o caso de acabar.

Trauma de infância

Henri Matisse

 

 

 

Olá tudo bem?

 

Tenho 30 anos, sou do sexo masculino, agricultor, solteiro, gostaria de fazer um relato de uma situação que aconteceu na minha infância, que me prejudicou emocionalmente e ainda me prejudica.

 
Quando comecei a estudar com 7 anos de idade, num certo dia pedi a professora que me deixasse ir ao banheiro, mas ela não deixou, voltei para carteira, depois de alguns minutos quando percebi estava fazendo xixi nas calças. Então comecei a chorar e a professora me consolou e pediu que eu fosse lá fora para me enxugar.
 
Depois desse ocorrido, eu que gostava de ir a escola, passei a não querer ir mais a escola, inventava todo tipo de desculpa para não ir a aula, dizia que estava com dor de cabeça, etc. mais não dava pra ficar sem ir a escola pra sempre, pois meus pais me obrigavam a ir.
 
Percebi que meu comportamento na sala de aula mudou, ficava sempre quieto, tinha medo e vergonha de conversar com as professoras e de me relacionar com os colegas de classe, fiquei mas estudioso, parece que o que eu queria era tirar notas boas para passar de ano e terminar os estudos logo. Fiz o primeiro grau, o segundo e fiz faculdade, mas esses sentimentos me acompanham até hoje, o que me prejudica muito, principalmente na vida profissional, pois se vou fazer uma entrevista para emprego fico travado, parece que esqueço de tudo, se entro em uma escritório ou em uma sala de aula me vem uma sensação de baixa auto estima, de desconforto um sentimento de inferioridade. A fase pior desse transtorno emocional foi até aos 18 anos quanto não queria nem sair de casa, pois me sentia uma pessoa inferiorizada e com pouca motivação e auto estima, mas com o tempo fui me livrando desse sentimento e percebo que melhorei muito, mais ainda sinto que isso me atrapalha.
 
Gostaria da sua opinião sobre traumas como posso me livrar?
 
Aguardo resposta

 

Desde já agradeço