Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Anti-depressivo

Boas....
Sou um jovem de 25 anos. Estive a tomar Zoloft durante 2 anos para resolver alguns problemas de depressão, insegurança, ansiedade e stress.
Fui sempre acompanhado por um médico e efectuei uma redução progressiva. Sinceramente nunca me senti "curado" e vivi estes dois últimos anos sempre aos altos e baixos.
Depois de me sentir bastante melhor e de uma redução para uma dose bastante baixa, deixei de tomar o zoloft.
Estive algumas semanas sem sintomas nenhuns, mas agora (passados 2 meses sem tomar) estou outra vez semana sim semana não com sintomas anormais.
Apesar de saber e sentir que estou bem mentalmente, pois não apresento os sentimentos que me levaram a tomar a medicação, não me sinto bem. Decidi de vez ultrapassar esta situação sem comprimidos, apesar de concordar que em determinadas situações isto é mesmo necessário, considero-me forte psicologicamente para ultrapassar isto. Mas no entanto o dia em que tudo passa ainda não chegou.
Queria apenas saber se é normal haver algum tipo de "ressaca" do zoloft e quanto tempo isto levará a ultrapassar.

Depressão e medicamentos

olá bom dia. toco música e há uns 5 anos que já tenho depressão. quero saber se a sensação de vazio que costumo ter dentro de mim poderá tornar-se uma sensação de cheio se largar o zoloft? Esta sensação de vazio melhora na primavera e chega a ficar mesmo boa no Verão será que tem também haver com eu tomar Zoloft?
obrigado.

Marisa



Cara Marisa,
pelo contrário , o Zoloft só ajuda a normalizar o seu humor. Porque não faz uma psicoterapia juntamente com a medicação para superar esses seus sentimentos de tristeza e desânimo? A psicoterapia  poderá ajudá-la a se conhecer melhor, a mudar algumas crenças erradas ou bloqueios e a encontrar uma maior estabilidade interna.
A psicoterapia deve ser considerada um privilégio pois  proporciona um crescimento pessoal.

Procure confiar em si própria, na sua força interior e invista na sua saúde e bem–estar.