Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Despersonalização/desrealização

54.jpg

Bom dia,

Espero que se encontrem bem.

Há cerca de 4 anos que os sintomas de despersonalização/desrealização aparecem em mim e desde aí os episódios são recorrentes (1x p/ano).

Há exatamente 1 semana estes episódios voltaram e não há sentimentos de melhoria, o meu estado de humor está bastante alterado e grande parte do tempo não me sinto bem em sair de casa, ir ao supermercado, ir dar um passeio, etc.

Já pensei em ir a uma consulta de psicologia / psicoterapia para ajudar neste transtorno, mas quero ir depois dos sintomas passarem.

Já não sei o que fazer, conseguem-me ajudar?

Caro leitor,

O transtorno de despersonalização, ou síndrome de despersonificação, é uma doença em que a pessoa se sente desconectada do seu próprio corpo, como se fosse um observador externo de si mesmo. É comum também haver sintomas de desrealização, o que significa uma alteração da percepção do ambiente que envolve, como se tudo o que está ao redor fosse irreal ou artificial.

Para tratarmos esse transtorno é necessário um acompanhamento psicológico.

Não espere o surto passar. Sugiro que inicie um percurso de psicoterapia o quanto antes.

 

Mudanças de humor

Doutora,

 

O meu marido tem mudanças de humor constantemente, as vezes ele sai para o trabalho e quando volta é dando patadas em todos de casa, a diferença é que na rua com os outros ele é amável, parece outra pessoa como se tivesse dupla personalidade. Minha filha acha que ele é bipolar, fora que ele se acha o melhor de todos e gosta de humilhar os de casa principalmente eu e minha filha, é como se fosse uma outra pessoa com um espírito ruim, não sei o que fazer, digo que darei calmante como diazepan. O problema é que ele não concorda com sua mudança de humor.

 

De vez em quando ele surta e imagina que estou lhe traindo, e me ameaça, sem eu da nenhum motivo, nossa filha tem 14 anos e desde que ficou mocinha não a deixa mais sair para nenhum local, só pode ir para aula e mesmo assim fica falando se acontecer algo a culpa é minha. Acho que só internando.