Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Consultório de Psicologia

Espaço de transformação com a finalidade de orientar, ajudar, esclarecer dúvidas e inquietações. Encontre equilíbrio, use sua criatividade e deixe fluir sua energia. Mariagrazia Marini Luwisch

Traição e gravidez

96.jpg

Descobri há 5 meses a traição, vi mensagem no celular dele dizendo para amante que foi muito gostoso o que tiveram, mas eles teriam que parar e serem apenas amigos, não consegui tirar foto da mensagem, mas guardei para mim, 3 semanas depois não consegui mais segurar e falei para ele que eu sabia e afirmei que ele me traiu, óbvio que ele negou e até hoje nega isso. Resolvi ficar na minha, convivemos juntos, nesse meio tempo engravidei , minha segunda gestação, ele queria que eu ficasse grávida , eu não queria mais, ele insistia muito que teríamos outro filho, eu não queria pois no fundo já sentia que ele continuava me traindo, não me ajuda em casa. Faz-me de empregada e trata-me mal, não cuida direito do filho que temos, não me dá carinho e nem atenção, isso ele já faz desde quando tive o primeiro filho, mesmo assim ainda suporto essa convivência, e infelizmente acabei engravidando novamente, chorei muito, agora estou com 4 meses e faz 1 mês que descobri a traição.

 Na verdade, descobri tudo detalhe por detalhe ele mesmo dizendo nas mensagens com ela, tirei foto de tudo e não sabe ainda, estou guardando, já chorei muito, estou muito mal e ela sabe que ele é comprometido, e os dois conversam de mim e ela sabe que estou grávida, ele disse para ela que colocaria o nome do filho dela nessa criança que estou esperando.

Eu sinceramente estou aos prantos, grávida e sendo feita de trouxa, logo vamos mudar para o apartamento que compramos, na verdade depois que descobri essa gravidez só eu estou me esforçando para comprar os móveis do apartamento para mudarmos logo.

 Isso me entristece pois eu estou aqui me dedicando tanto e os dois se encontrando, ele me fazendo de trouxa, grávida e ainda fala de mim para amante, do nome que vai colocar na criança.

Sinto que estou entrando em uma depressão terrível, pois eu sei de tudo e guardei e estou fingindo que nada acontece. Já pensei várias vezes em muitas loucuras, não sei como agir, apenas estou comprando tudo para o apartamento e não sei o que será, meu psicológico está acabado.

Cara leitora,

Nessa situação é preciso manter a calma, mas também conversar com ele. Procure juntar as suas forças e, com lucidez e racionalidade, exija uma mudança. Conversem muito. Seja firme e mostre que merece respeito e ser tratada como uma companheira.

Entretanto, agora pense no seu filho e no seu parto e tome uma decisão mais acertada somente após o parto e quando estiver  tudo mais estável.

Mostre que é uma mulher inteligente, que sabe o que quer e que tomará a melhor decisão. E que não merece ser passada para trás dessa forma.

Com alguma esperança, talvez consiga salvar a sua relação.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.